Sociedade | 08-08-2023 17:30

Abrantes traça novo plano para travar sobrepopulação de javalis

Abrantes traça novo plano para travar sobrepopulação de javalis

Município espera conseguir autorização para que sejam feitas caçadas excepcionais em zonas urbanas, com medidas de protecção e acompanhamento das autoridades. Javalis são praga crescente no concelho de Abrantes, nomeadamente no perímetro urbano.

A Câmara de Abrantes não desiste de tentar travar o aumento da população de javalis no concelho e avança com uma nova medida, que espera que seja aceite pelo Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF), para a correcção da densidade em áreas urbanas e que poderá ter que levar ao encerramento provisório de ruas na cidade. Isto porque, explicou reunião do executivo camarário de 8 de Agosto, o presidente do município, Manuel Valamatos, há presença assídua de javalis em “terrenos onde não se pode caçar”, o que obriga a um cuidado e autorização muito específica.

“Com a associação de caçadores, que nos está a ajudar imenso, a protecção civil e a PSP iremos tentar encontrar uma estratégia. Como devem calcular estamos a falar de zonas urbanas, é preciso cuidado, é altamente complexo. Tem que ser uma estratégia concertada com as autoridades e teremos, porventura, que encerrar vias ao trânsito e as pessoas”, afirmou, acrescentando que algumas das zonas em causa são junto ao Hospital de Abrantes e Calçada de São José.

Depois de no final de 2022 ter reunido com o ICNF, autoridades locais e associação de caçadores, a Câmara de Abrantes efectuou agora um pedido de correcção de densidade na plataforma Rubus, do ICNF, acompanhado de um ofício a esta entidade que, explicou Manuel Valamatos, tem dado autorizações para correcção de densidade em zonas de caça. O problema, notou, é que muitas das zonas no concelho onde a presença de javalis se faz sentir em grande escala não são reserva de caça.

O presidente do município sublinhou ainda que há necessidade de intervir em terrenos públicos, mas também em terrenos do domínio privado e que, neste último caso, o pedido para correcção na plataforma do ICNF tem que ser efectuado pelos proprietários dos terrenos. Nesse sentido, acrescentou, “o município irá junto de cada um tentar encontrar a estratégia” para poder haver acção nessas zonas.

Além de preocupar os produtores de milho e agricultores em geral, os javalis têm sido vistos com alguma frequência em áreas urbanas do concelho de Abrantes, visitas que preocupam e que podem originar acidentes rodoviários. Devido ao aumento da população desta espécie a caça foi autorizada, em zonas próprias, todas as noites até Setembro.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1673
    17-07-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1673
    17-07-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo