Sociedade | 10-08-2023 15:00

A1 entre Lisboa e Santarém tem seis pontos negros de sinistralidade

A1 entre Lisboa e Santarém tem seis pontos negros de sinistralidade
A1 nas proximidades de Santarém é um dos pontos negros onde é frequente haver acidentes graves

Relatório dos acidentes mortais na estrada da Autoridade de Segurança Rodoviária revela que a A1, a principal auto-estrada do país, tem seis pontos negros de sinistralidade entre Santarém e Lisboa que mataram 17 pessoas em cinco anos.

Quem conduzir na Auto-Estrada do Norte (A1) entre Alcanena e Lisboa deve fazê-lo com o credo na boca nos dois sentidos, a julgar pelos números dos acidentes mortais registados naquela via concessionada pela Brisa e divulgados na última semana pela Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR). Entre Janeiro de 2018 e Abril de 2023 morreram 17 pessoas só nesse troço da A1, segundo dados revelados pela ANSR a propósito do lançamento de uma campanha de Verão onde se pede cautela a quem se desloca para as férias.
Só entre o distrito de Santarém e Lisboa há seis pontos negros na A1 identificados no relatório, ou seja, locais onde se registaram pelo menos dois acidentes mortais com uma distância entre si inferior a dois quilómetros. Começam logo ao km 6 em Loures no sentido sul-norte onde morreram duas pessoas.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1665
    22-05-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1665
    22-05-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo