Sociedade | 17-08-2023 10:00

António Pedroso Leal é candidato a líder da Nersant

António Pedroso Leal é candidato a líder da Nersant
António Pedroso Leal, solicitador e presidente da Associação de Judo do Distrito de Santarém, lidera lista para a presidência da direcção da Nersant

Nersant vai a votos dia 21 e Domingos Chambel não se recandidata. António Pedroso Leal está convocado para ser o novo líder da associação que vai ter três vice-presidentes todos em representação de empresas de Abrantes.

A Nersant vai a votos no dia 21 de Agosto para eleger a nova direcção para o próximo triénio. A grande novidade é a não recandidatura de Domingos Chambel que aparece na lista, mas como candidato à presidência da assembleia-geral. António Pedroso Leal é o candidato para o lugar de Chambel que desta vez conseguiu eliminar todos os dirigentes que ainda restavam do tempo de José Eduardo Carvalho e Maria Salomé Rafael. Recorde-se que Domingos Chambel passou três anos à frente da associação sem nunca ter mostrado trabalho, e nos últimos tempos desdobrou-se em declarações públicas tentando fazer crer que o seu desígnio como presidente da associação era acabar com a má gestão nomeadamente com avenças de empresas parasitárias que giravam à volta das anteriores direcções, o que não provou nem aparentemente conseguirá provar.
Domingos Chambel eliminou da lista, que agora vai ser candidata, todos os anteriores elementos que ainda restavam da sua lista e de listas anteriores das presidências de José Eduardo Carvalho e Maria Salomé Rafael. A sua primeira briga, assim que tomou posse, foi com o director executivo António Campos, que recentemente se despediu por justa causa. Nessa altura Chambel foi à procura de um novo director executivo, mas aparentemente errou o alvo. Enquanto durou a guerra interna com António Campos, que era considerado por Domingos Chambel o rosto mais importante da gestão dos últimos três mandatos de Maria Salomé Rafael, Chambel andou a abrir guerras dentro da associação e assim passou o tempo, até entender que já não tinha condições para continuar no cargo. António Pedroso Leal tem como candidatos na sua lista três vice-presidentes, todos empresários de Abrantes, o que também não deixa de ser significativo para uma associação regional: Filipe Marques, Luís Bernardo Carola Simões e Manuel Bartolomeu.
Ricardo Jorge, da Filstone, é candidato a presidente do conselho geral, que durante a presidência de Chambel reuniu apenas três vezes, e que era presidido por Jorge Rosa, em representação da Mitsubishi do Tramagal.
António Pedroso Leal vai ter um mandato pela frente que o obrigará a ir a tribunal várias vezes para resolver situações caricatas como a saída em conflito de António Campos, que pede uma indemnização à altura dos seus 25 anos de casa, queixas de associados que foram eliminados da mailing list da Nersant, e que nem foram convocados para a última assembleia-geral, assim como conseguir formas de financiamento, já que o actual presidente recorreu às suas contas pessoais para financiar a tesouraria da associação, o que pode ser considerado ilegal.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1673
    17-07-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1673
    17-07-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo