Sociedade | 17-08-2023 13:42

Kikas retira-se cansada da noite e deixa La Siesta a espanhóis

Kikas retira-se cansada da noite e deixa La Siesta a espanhóis
foto facebook

Maria da Conceição António ficou conhecida pela Kikas do Vale de Santarém onde a sua casa nocturna ganhou fama nacional ao longo de duas décadas. Agora deixou o espaço porque se sente cansada

Maria da Conceição António, conhecida por Kikas, deixou de trabalhar na noite, para onde não quer voltar mais, e passou aquela que é uma das casas nocturnas mais conhecidas no país para uns empresários espanhóis, que já trabalham na área. A empresária do bar La Siesta, no Vale de Santarém, em conversa com O MIRANTE, conta que decidiu deixar o negócio por cansaço e por estar a ser cada vez mais difícil trabalhar na noite.

“Quero viver com a família”, realça a empresária, salientando que ainda era respeitada na noite, mas que já começava a ver algumas situações mais conturbadas.

Numa nota de despedida que publicou nas redes sociais, Maria da Conceição António agradece a todos os que fizeram parte do seu percurso do qual se orgulha muito. “Encerrei um capítulo longo onde criei, inovei, lutei muito, derrubei muitas barreiras e muitos preconceitos. Ergui muitos conceitos inovadores na época que, acredito, serão intemporais e perpetuar-se-ão nas memórias de quem as vivenciou pelo menos uma vez na vida”.

A empresária realça ainda que no bar criaram-se “memórias em Portugal e no mundo colocando o nome do La Siesta (A Kikas) nos mais altos níveis reputacionais”.

Kikas diz que a reputação que alcançou foi fruto de muito rigor, inovação, bom atendimento do cliente e sobretudo devido ao “respeito mútuo que era obrigação intransigente nas normas da casa”. Salienta que o sucesso do La Siesta se deveu em grande parte aos clientes “fantásticos e fiéis” que foram os portadores do bom nome da nossa casa.

Maria da Conceição António recorda que o sucesso lhe deu visibilidade suficiente para, ao longo dos anos, ajudar inúmeras causas sociais, singulares e colectivas, com inúmeros eventos de solidariedade em que os clientes ajudaram a alcançar os objectivos.

A boa vizinhança e a ligação à população do Vale de Santarém, concelho de Santarém, foi um dos factores que ajudou o bar a alcançar o sucesso. “Não posso deixar de agradecer e mostrar gratidão à população do Vale de Santarém, nomeadamente quem mora na zona circundante ao bar, onde sempre imperou a cooperação, compreensão e um enorme respeito”, destacou.

E termina dizendo que ao longo de duas décadas a trabalhar na noite marcou algumas vidas, ajudou o próximo, aprendeu, ensinou, riu e chorou. “Acima de tudo vivi. Vivi muito este projecto que tanta saudade me vai deixar. Não fomos melhores nem piores, fomos diferentes”, conclui.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1672
    10-07-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1672
    10-07-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo