Sociedade | 03-09-2023 15:45

Suspeito de atear fogos em Tramagal em prisão preventiva

Reformado de 62 anos está preso no Estabelecimento Prisional das Caldas da Rainha a aguardar julgamento.

O homem de 62 anos detido no dia 31 de Agosto por suspeita de ter ateado vários incêndios florestais em Tramagal, no concelho de Abrantes, ficou em prisão preventiva, a medida de coacção mais gravosa, anunciou a Polícia Judiciária (PJ).

O homem, reformado e com antecedentes criminais de natureza patrimonial, foi detido fora de flagrante delito pela autoria de dois incêndios florestais, ocorridos em 26 e 30 de Agosto, com “recurso a chama directa” e “sob motivação fútil”. Presente a primeiro interrogatório judicial no Tribunal de Instrução Criminal de Santarém, viu-lhe ser “aplicada a medida coactiva de prisão preventiva”, a mais gravosa da medidas de coação, tendo recolhido ao Estabelecimento Prisional das Caldas da Rainha, onde irá aguardar julgamento.

Em comunicado, a PJ indicou que os incêndios “ocorreram no perímetro urbano, mas com potencialidade para se propagar a uma zona florestal de orografia acidentada”. “A pronta intervenção dos populares evitou que os incêndios tomassem outras proporções, que pusesse em perigo de vida, a integridade física ou bens patrimoniais de terceiros”, pode ler-se na nota.

A detenção ocorreu através do Departamento de Investigação Criminal da PJ de Leiria, em colaboração com a GNR do Tramagal, depois de recolhidos “relevantes elementos de prova”.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1630
    20-09-2023
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1630
    20-09-2023
    Capa Médio Tejo