Sociedade | 16-09-2023 12:00

Antiga escola “O Século” está de novo ao serviço da população

Antiga escola “O Século” está de novo ao serviço da população
FOTO – CM Salvaterra de Magos

A desactivada escola “O Século”, cuja cobertura ameaçava ruína, foi convertida num auditório e ponto de encontro da população de Salvaterra de Magos. A inauguração das obras decorreu durante a 10ª edição das Jornadas de Cultura do concelho.

A centenária Escola “O Século”, em Salvaterra de Magos, transformou-se num amplo auditório que pode ser utilizado como espaço de reuniões e de convívio, estando ao serviço do movimento associativo local. As obras de requalificação do espaço foram inauguradas no dia 9 de Setembro, numa cerimónia integrada na 10ª edição das Jornadas de Cultura. A empreitada vem complementar a intervenção nos contíguos Jardim e Praça da República, inaugurados a 1 de Maio deste ano.

“Celebramos a devolução à comunidade local deste emblemático edifício, depois de investirmos cerca de 900 mil euros na sua preservação e requalificação, pondo fim ao processo de degradação que o atingiu”, referiu o presidente da câmara, Hélder Esménio, na cerimónia de inauguração. O investimento contou com Fundos Estruturais Europeus (FEDER), através do Portugal2020, PO Alentejo, Programa de Apoio à Regeneração Urbana (PARU).

Localizado no centro da vila sede de concelho, foi construído através de uma subscrição pública feita pelo jornal “O Século” após o sismo de 1909, tendo sido projectado pelo arquitecto Ventura Terra, um dos maiores arquitetos portugueses do início do século XX. A escola abriu a 26 de Janeiro de 1913 e funcionou durante cerca de 70 anos, estando na memória de muitos por ser o espaço onde se realizavam os exames da quarta classe. O espaço albergou depois a biblioteca municipal durante cerca de duas décadas. Na intervenção que retoma a actividade do edifício manteve-se a fachada e procurou-se torná-lo acessível a pessoas com mobilidade reduzida.

O interior do novo auditório apresenta várias telas, fotografias, textos e documentos com informações sobre a origem e a evolução histórica do espaço. Ao mesmo tempo estão também expostas várias publicações editadas ou apoiadas pela câmara municipal na última década, como livros infanto-juvenis, a Revista Magos, os Cadernos de História e Memória e os Apontamentos Históricos. O momento da inauguração foi aproveitado para lançar o mais recente livro infanto-juvenil – “O Rapaz-Falcão de Salvaterra de Magos” – da autoria de Catarina Fonseca com ilustrações de Helena Simas.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1673
    17-07-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1673
    17-07-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo