Sociedade | 16-09-2023 11:53

Trabalhos arqueológicos na nascente do Almonda com apoio de 15 mil euros

Município tem apoiado consecutivamente as escavações arqueológicas na nascente do rio que têm trazido novos dados acerca da disseminação do ser humano na Europa.

A Câmara de Torres Novas aprovou, à semelhança de anos anteriores, um subsídio de 15 mil euros para apoio à realização de trabalhos arqueológicos no sistema cársico da nascente do rio Almonda, inseridos no projecto de investigação coordenado pelo professor João Zilhão. Do montante global do apoio 10 mil euros serão alocados a gastos com a escavação e prospeção arqueológica, 2.500 euros para participações em congressos e estudo de colecções e igual montante para datações pelo radiocarbono.

Este é um projecto que o município entende como sendo de “extrema relevância”, atendendo à natureza sistemática do trabalho desenvolvido, à sua coordenação e avanço no conhecimento científico, cultural e patrimonial a nível internacional. “Os resultados conseguidos são de extrema importância do ponto de vista da história da ocupação humana na Península Ibérica, trazendo novos dados que permitem delinear com mais exatidão a disseminação do Homem pelo território europeu, tratando-se de testemunhos extremamente raros”, explica a autarquia em comunicado.

Desde finais da década de 80, inícios da década de 90, têm vindo a ser desenvolvidos trabalhos de investigação no âmbito da pré-história, dentro dos limites do concelho de Torres Novas, com particular relevância para as jazidas arqueológicas da rede cársica associada à nascente do Rio Almonda.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1665
    22-05-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1665
    22-05-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo