Sociedade | 19-10-2023 10:00

PCP contra aeroporto em Alverca e alargamento de linha de comboio

Concelhia comunista de Vila Franca de Xira diz que as duas soluções são danosas para o território

Quadruplicar o troço da linha de comboio entre Castanheira do Ribatejo e Alverca e criar um hub aeroportuário em Alverca é um mau investimento para o concelho e para o país, considera a comissão concelhia do Partido Comunista Português (PCP).
Em comunicado, o PCP diz que apesar da ideia de fazer em Alverca um aeroporto complementar à Portela permitir criar um canal autónomo para a alta velocidade, fora do actual canal ferroviário, a melhor opção continua a ser o campo de tiro em Benavente, “apontado desde 2008 como a melhor opção de localização, cujas vantagens incluem a sua capacidade de expansão, o melhor dimensionamento das pistas, o mais reduzido impacto ambiental e a possibilidade de retirar o aeroporto de Lisboa do centro da cidade. Características que Alverca não tem”, refere o partido.
No mesmo documento, os comunistas consideram a terceira travessia do Tejo, entre Lisboa e o Barreiro, como o projecto mais estruturante para a qualificação do território, com impactos na Área Metropolitana de Lisboa. “É importante que se considere no projecto para a nova linha de alta velocidade ferroviária entre o Porto e Lisboa a construção de um novo traçado em canal autónomo de acesso a Lisboa com ligação directa à estação do Oriente”, refere o PCP.
Caso a solução tenha mesmo de ser a utilização do actual canal ferroviário os comunistas não têm dúvidas e pedem o soterramento da infraestrutura na área consolidada de Vila Franca de Xira para protecção do património histórico e ambiental e a qualidade de vida das populações.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1672
    10-07-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1672
    10-07-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo