Sociedade | 01-11-2023 15:00

Inundações na Chamusca continuam e comerciantes já tiveram que fechar portas

Inundações na Chamusca continuam e comerciantes já tiveram que fechar portas
Obras municipais na Rua General Humberto Delgado, na Chamusca, têm sido muito contestadas pela população. fotoDR

As inundações continuam a acontecer na Rua General Humberto Delgado, na Chamusca, resultado dos trabalhos de requalificação urbana realizados. Situação está a afectar o negócio a comerciantes.

Os moradores e comerciantes da Rua General Humberto Delgado, uma das artérias que liga à estrada principal que atravessa a Chamusca, estão a viver um autêntico pesadelo, causado pelo mau tempo e pelas condições em que ficou a rua depois de concluídas as obras de requalificação urbana, da responsabilidade da câmara municipal. As fortes chuvadas da última semana têm provocado inundações em estabelecimentos comerciais e casas de família, sendo que, pelo menos uma das lojistas, já foi obrigada a fechar portas por não ter condições para receber clientes, segundo apurou O MIRANTE. É cada vez mais frequente os moradores e comerciantes estarem a carregar baldes cheios de água e a despejá-los para a rua.
O nosso jornal sabe, através de uma das vítimas das inundações, que estiveram no local responsáveis da Câmara Municipal da Chamusca, cujo executivo é presidido por Paulo Queimado (PS), para tentar encontrar uma solução para o problema. No entanto, não deverá ser uma solução de curto prazo, segundo disse a mesma fonte ao nosso jornal.
Recorde-se que as obras de requalificação urbana da Chamusca têm dado que falar no último ano. Com o centro da vila voltado do avesso há vários meses, alguns moradores e comerciantes queixavam-se das intervenções e das consequências que podiam trazer para a sua actividade, algo que se veio a confirmar assim que chegou o mau tempo. No caso da Rua General Humberto Delgado os passeios ganharam maior dimensão em comprimento e altura, situação que, na opinião de moradores e comerciantes ouvidos por O MIRANTE há cerca de um mês, teria obrigatoriamente que ter consequências uma vez que o piso está mais inclinado e a água escoa para dentro dos imóveis.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1672
    10-07-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1672
    10-07-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo