Sociedade | 08-11-2023 10:00

Vila Franca de Xira vai oferecer quatro bicicletas de luxo à PSP

Vila Franca de Xira vai oferecer quatro bicicletas de luxo à PSP
Vereadores da CDU abstiveram-se por considerarem que a câmara não deve sempre estar a substituir-se às responsabilidades do ministério

Bicicletas de quase dois mil euros cada devem ser usadas para patrulhamento das zonas ribeirinhas do concelho de Vila Franca de Xira. CDU absteve-se por não concordar que seja a câmara a substituir-se à tutela.

Para ajudar os agentes das esquadras da Polícia de Segurança Pública (PSP) do concelho de Vila Franca de Xira a melhor patrulharem as zonas ribeirinhas de difícil acesso, o município vai oferecer quatro bicicletas eléctricas num valor global de 7.418 euros. O objectivo, diz o presidente da câmara, Fernando Paulo Ferreira, é melhorar as condições de serviço das forças de segurança do concelho e especialmente nos caminhos ribeirinhos, numa altura em que a Póvoa de Santa Iria já se encontra unida ao Parque das Nações em Lisboa.
A proposta refere que ajudar as ciclopatrulhas a fazer melhor o seu trabalho de vigilância é uma aposta da câmara municipal e que as bicicletas servem especialmente para ajudar os agentes nos caminhos ribeirinhos mas também em trilhos e estradas de difícil acesso, potenciando também acções de patrulhamento em zonas de maior altitude.
A proposta não reuniu consenso, tendo sido aprovada por maioria com a abstenção da CDU. Não que aquela força política seja contra o ambiente de cooperação institucional que, frisou o vereador Nuno Libório, deve ser mantida e aprofundada, mas porque a câmara se está constantemente a substituir à administração central nas suas responsabilidades. “Desta vez não vamos acompanhar a proposta porque de excepções não podemos passar a regra. O patrulhamento das populações é evidente mas devemos exigir estas responsabilidades financeiras ao Ministério da Administração Interna e não estarmos sempre a substituirmo-nos à tutela. Até porque estamos a falar de uma dimensão financeira de relevo”, criticou.
A proposta agora aprovada é semelhante a uma outra que o Chega apresentou no início do ano reivindicando melhores condições para os agentes das esquadras do concelho e que acabou chumbada. “Quando apresentei esta ideia o senhor não deu importância e ridicularizou a proposta. O presidente chumba, ridiculariza mas concretiza. Obrigado por concretizar o desafio que lhe fizemos”, ironizou Barreira Soares.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1673
    17-07-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1673
    17-07-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo