Sociedade | 10-11-2023 12:00

Dificuldades na urgência pediátrica de VFX

Quase duas dezenas de médicos pediatras do Hospital de Vila Franca de Xira recusam-se a fazer mais do que as 150 horas extraordinárias anuais previstas por lei.

Quase duas dezenas de médicos pediatras do Hospital de Vila Franca de Xira recusam-se a fazer mais do que as 150 horas extraordinárias anuais previstas por lei e a situação poderá vir a causar constrangimentos nas urgências pediátricas neste final de ano. “Fazer as escalas de urgência sem recurso a horas extra vai implicar encerramentos da urgência de pediatria em determinados períodos, eventualmente aos fins-de-semana ou à noite, mas isso será decidido depois em escala pela administração”, explica fonte clínica a O MIRANTE.
Muitos profissionais já estarão perto do limite das 150 horas extra e perspectiva-se que em Dezembro não haja capacidade para assegurar a concretização de todas as escalas na pediatria de VFX. A administração do hospital pouco pode fazer já que a luta dos médicos é com o Ministério da Saúde, com o qual decorrem negociações. A situação, por agora, não afectará as consultas programadas. Entretanto, quase duas dezenas de médicos da pedriatria do hospital assinaram um termo de escusa de responsabilidade, em vigor até final do ano, a que se juntaram também na especialidade de ginecologia uma especialista e alguns internos.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1668
    12-06-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1668
    12-06-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo