Sociedade | 11-11-2023 12:00

Associação 25 de Abril apoia MAVU em Santarém

Associação 25 de Abril apoia MAVU em Santarém
Autarcas de Santarém e membros da Associação 25 de Abril estiveram reunidos em Lisboa

O município de Santarém continua a apresentar o projecto do Museu de Abril e dos Valores Humanos Universais e a procurar apoios institucionais à sua concretização. A obra, a construir na antiga Escola Prática de Cavalaria, custa milhões e não tem para já financiamento garantido.

Uma comitiva em representação do município de Santarém apresentou o projecto do MAVU - Museu de Abril e dos Valores Universais à Associação 25 de Abril, numa reunião que decorreu na sede dessa entidade em Lisboa. Segundo nota de imprensa da autarquia, Vasco Lourenço, em nome da Associação 25 de Abril, manifestou regozijo com o projecto do novo museu e assegurou todo o apoio da associação à sua concretização.
“Este apoio assume um papel preponderante ao desenvolvimento do projecto, nomeadamente a sua viabilização quer física, quer financeira, constituindo-se como um importante atestado de qualidade e interesse do projecto, por parte dos representantes da história (Movimento das Forças Armadas) que mudou Portugal”, lê-se na mesma nota.
A comitiva escalabitana foi composta por Ricardo Gonçalves, presidente da Câmara de Santarém, Nuno Domingos, vereador com o pelouro da Cultura, coronel Correia Bernardo, Capitão de Abril, João Luís Madeira Lopes, presidente das Comemorações Populares do 25 de Abril e Luís Mata, técnico superior do município. O mesmo grupo tinha estado há algumas semanas a apresentar o projecto do MAVU na Assembleia da República, à Comissão Parlamentar de Cultura, Comunicação, Juventude e Desporto.
Na altura Ricardo Gonçalves aproveitou a oportunidade para defender que este projecto poderá ser o “museu nacional” que o Governo e a Comissão do 25 de Abril procuram para afirmar e eternizar a efeméride no ano das comemorações do seu cinquentenário, que se celebra em 2024. O autarca sublinhou que há vários anos que, em Santarém, se trabalha para que o MAVU seja uma realidade. O museu será construído na Ex-Escola Prática de Cavalaria de Santarém e tem como missão a divulgação e reflexão sobre os valores universais, desde a Revolução Francesa até aos dias de hoje, com grande ênfase no 25 de Abril de 1974. Os custos estimados andarão perto dos 8 milhões de euros e não há financiamento externo garantido.
O MAVU visa ainda realçar o papel de Santarém e da Escola Prática de Cavalaria no contexto da defesa da democracia, dos valores universais e dos direitos humanos, num discurso museológico centrado em temas como o pluralismo, justiça social, solidariedade, fraternidade, liberdade, igualdade, democracia, cidadania, identidades colectivas, tolerância e direitos humanos.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1652
    21-02-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1652
    21-02-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo