Sociedade | 12-11-2023 07:00

Autocarro de passageiros movido a hidrogénio entra em circulação no Médio Tejo

O veículo movido a hidrogénio assegurará o transporte de passageiros em circuitos urbanos em 11 concelhos do Médio Tejo, percorrendo, em média, cerca de 200 quilómetros diários.

Os 11 municípios do Médio Tejo vão ter um autocarro de transporte público de passageiros movido a hidrogénio verde a circular na região, num projecto-piloto que arranca na segunda-feira em Abrantes. “Esta iniciativa pretende demonstrar e promover a utilização de veículos movidos a hidrogénio na região do Médio Tejo”, disse à Lusa João Gomes, presidente da Médiotejo21, Agência Regional de Energia e Ambiente do Médio Tejo e Pinhal Interior Sul, entidade que tem por missão contribuir para a sustentabilidade e inovação na sua área de influência.

O responsável indicou que o autocarro que vai circular durante oito meses no âmbito de um projeto [Hy2Market] aprovado pelo programa Horizonte Europa, no valor de 320 mil euros, no âmbito da transição energética. A aposta, indicou João Gomes, que é também vice-presidente da Câmara de Abrantes, decorre do “reconhecimento da região do papel que o hidrogénio verde (neutro em carbono) pode desempenhar na descarbonização dos vários sectores da economia, em particular dos transportes e da indústria, e que permitirá alcançar níveis elevados de incorporação de fontes renováveis no consumo final de energia de forma mais eficiente”.

O autocarro – ‘Caetano H2 City Gold’ - movido a hidrogénio assegurará o transporte de passageiros em circuitos urbanos em 11 concelhos do Médio Tejo, percorrendo, em média, cerca de 200 quilómetros diários, com o projecto a assentar em duas bases operacionais. “Nos primeiros quatro meses de operação em Abrantes e nos últimos quatro meses em Tomar, sendo daí que se fará a ligação aos restantes concelhos”, indicou João Gomes, tendo acrescentado que o abastecimento do autocarro “será assegurado por uma estação de abastecimento de hidrogénio portátil”, localizada no Estaleiro Municipal de Abrantes, de Novembro a Fevereiro, e em Tomar, na Central de Camionagem, de Fevereiro a Junho.

Com uma lotação de 62 lugares (35 sentados, 25 de pé, 1 lugar para mobilidade condicionada e 1 lugar para o motorista), o autocarro H2 City Gold tem um consumo estimado de 06 kg de hidrogénio por 100 km percorridos, sendo que as baterias, os tanques de hidrogénio e a pilha de combustível estão colocados no tejadilho, “otimizando o espaço interior, tornando-o mais amplo”, indicou o responsável da MédioTejo21.

Este autocarro, salientou, "destaca-se pela sua modularidade, autonomia e lotação elevada, segurança e simplicidade de utilização, adaptando-se facilmente a qualquer ambiente urbano”, acrescentado que, “com o seu baixo nível de ruído, contribui simultaneamente para um ambiente mais limpo e agradável”.

A iniciativa surge no contexto da participação da Médiotejo21 no projecto europeu Hy2Market, programa que “liga regiões de toda a Europa que trabalham em várias inovações para impulsionar a produção, o transporte e a utilização de hidrogénio verde”.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1668
    12-06-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1668
    12-06-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo