Sociedade | 04-12-2023 10:00

Caçados a vender roupa contrafeita no mercado de Alhandra

Caçados a vender roupa contrafeita no mercado de Alhandra

Acção fiscal da GNR apreendeu 186 peças de roupa e calçado avaliadas em quase dois mil euros.

Três pessoas - dois homens e uma mulher - com idades entre os 47 e 55 anos, foram apanhadas pela Unidade de Acção Fiscal da Guarda Nacional Republicana (GNR) a vender roupas e peças de calçado contrafeito no Mercado do Levante em Alhandra e levantou-lhes três autos por crimes contra a propriedade industrial.

Tratavam-se, segundo as autoridades, de peças que visavam imitar marcas conhecidas do mundo da moda vendidos a preços muito abaixo do seu real valor de mercado e sem permissão das marcas para serem vendidos. A fiscalização aconteceu a 23 de Novembro quando os fiscais entraram à paisana no mercado e onde acabaram por ser apreendidos para destruição 186 artigos num valor avaliado em 1.860 euros, segundo a GNR. A acção de fiscalização, segundo o comunicado da GNR, visou o combate à contrafacção, uso ilegal de marca e à venda de artigos contrafeitos. Várias bancas do mercado foram fiscalizados e os militares procuraram as guias de confirmação de proveniência do material. “O objectivo principal deste tipo de acções é salvaguardar os direitos da propriedade industrial, visando o combate à contrafacção, imitação, ao uso ilegal de marca e à venda de artigos contrafeitos, protegendo as regras da livre concorrência do mercado e os direitos do consumidor”, refere a GNR em comunicado. Os factos foram comunicados ao Tribunal de Vila Franca de Xira que vai seguir com o processo.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1652
    21-02-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1652
    21-02-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo