Sociedade | 03-12-2023 12:00

Condomínio Belo Jardim denuncia construções ilegais

Administração do condomínio Belo Jardim, em Samora Correia, questionou a Câmara de Benavente acerca das construções ilegais feitas por moradores. O vereador Hélio Justino reconhece as ilegalidades e diz estarem identificadas. Falta de fiscalização por parte da autarquia potenciou o incumprimento do regulamento do condomínio.

Os representantes do condomínio do Belo Jardim, em Samora Correia, denunciaram casos de moradores que não cumprem o regulamento do condomínio e procedem a alterações ilegais. “O que vejo são casas com colunas retiradas, alterações nas entradas de garagem e alteração na cor das telhas. Quando confrontados com os procedimentos, os condóminos dizem que são projectos autorizados pela Câmara de Benavente”, disse Tiago André, em reunião pública do executivo municipal. O vereador Hélio Justino confirma que existem construções ilegais no condomínio Belo Jardim, feitas à margem de autorização municipal. Situações que já estão sinalizadas pela Câmara de Benavente e que foram potenciadas pela falta de meios suficientes para fiscalizar as obras públicas. Os pinheiros que existem em algumas áreas do Belo Jardim colocam em causa habitações e os passadiços estão a precisar de reparação. O presidente da Câmara de Benavente, Carlos Coutinho, explica que os pinheiros bravos, afectados pela doença do nemátodo, vão ser substituídos por pinheiros mansos. Uma situação que se tem vindo a arrastar porque a autarquia não tem técnicos nesta área e só agora recrutou para os quadros uma engenheira florestal para tratar destes processos. O abate de parte dos pinheiros e desbaste de outros estão marcados para o final de Novembro ou início de Dezembro. Residem no condomínio do Belo Jardim cerca de 160 famílias. Carlos Coutinho ficou de reunir com a administração do espaço para fazer o levantamento das irregularidades detectadas.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1653
    28-02-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1653
    28-02-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo