Sociedade | 11-12-2023 17:01

Médica que dava consultas em Assentis abandona projecto bata branca

Médica que dava consultas em Assentis abandona projecto bata branca

Comissão de Utentes diz que profissional de saúde desistiu do projecto por falta de pagamento da Misericórdia e Câmara de Torres Novas.

Provedor fala em atrasos no estabelecimento dos protocolos e adianta que já há uma nova médica para entrar ao serviço. Presidente do município diz que autarquia só pode pagar a sua parte quando receber a factura.

A única médica que estava desde Outubro último a prestar serviço, através do Bata Branca, no Centro de Saúde de Assentis e no pólo de Casais de Igreja decidiu abandonar o projecto por falta de pagamento, denunciou em comunicado a Comissão de Utentes da Saúde do Médio Tejo (CUSMT), que acusa a Misericórdia e a Câmara de Torres Novas de não terem cumprido com as suas responsabilidades.

Em contraponto, o provedor da Misericórdia de Torres Novas, António Gouveia, refere em declarações a O MIRANTE que esta instituição ainda se encontra a aguardar a assinatura do protocolo com a União das Misericórdias que, por sua vez, ainda não estabeleceu, devido a burocracias e a um erro num dos documentos, o respectivo protocolo com a Administração Central de Saúde. Apesar disso e como se tratava de “uma situação de urgência”, a Misericórdia de Torres Novas “saltou alguns passos” para que os utentes de Assentis e Chancelaria passassem a ter médicos.

*Notícia completa na próxima edição semanal de O MIRANTE

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1653
    28-02-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1653
    28-02-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo