Sociedade | 18-12-2023 12:00

Bombeiros de Vila Franca de Xira elegem direcção de continuidade que aposta em gestão cuidadosa

Bombeiros de Vila Franca de Xira elegem direcção de continuidade que aposta em gestão cuidadosa
Bernardino Lima volta a encabeçar a direcção dos Bombeiros de Vila Franca de Xira durante mais dois anos

O próximo ano vai ser de grandes dificuldades para o país e os Bombeiros Voluntários de VFX querem continuar a ser um pilar ao serviço da comunidade. A O MIRANTE, o presidente da instituição, Bernardino Lima, traça os objectivos para o próximo biénio.

Continuar a melhorar as condições do quartel para os bombeiros que ali prestam serviço, reforçar o aproveitamento do salão da associação e continuar a manter uma gestão cuidadosa das contas que permita manter os bombeiros sempre ao serviço da comunidade são os objectivos principais da recém-eleita direcção para o próximo biénio.
Nas eleições de 11 de Dezembro apresentou-se apenas uma lista e que volta a ter nos corpos sociais muitos nomes da anterior lista, novamente com Bernardino Lima, ex-vereador da Câmara de Vila Franca de Xira, como presidente da direcção. Este será o seu segundo mandato à frente da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Vila Franca de Xira. “Queremos continuar a ter a dinâmica que imprimimos nos últimos dois anos e continuar a tentar encontrar novas fontes de financiamento”, explica, aludindo a uma nova ambulância de 73 mil euros que foi comprada e onde, graças a muito esforço de todos os bombeiros na realização de iniciativas solidárias, 35 mil euros já foram amortizados. “Em dois anos não aumentámos a dívida da associação, com uma gestão muito exigente de um orçamento que todos os anos ronda um milhão de euros”, nota o dirigente.
Bernardino Lima não esconde que uma casa como os Bombeiros de VFX, “gerida por reformados que vêm cá à noite assinar os documentos”, não é suficiente e diz que é preciso começar a pensar seriamente na profissionalização da gestão. A O MIRANTE diz que financeiramente a associação está bem mas é fruto do trabalho de toda a gente que na colectividade “faz das tripas coração para conseguir angariar receitas” ao longo do ano. E avisa que o próximo ano será desafiante: “A inflação anda nos 6% e vamos ter de lidar com o aumento do salário mínimo. Pelas nossas contas vamos ter um aumento de custos a rondar os 10% e as transferências do Governo serão apenas de 3%”.
Para Bernardino Lima, este cenário de dificuldades “não é nada aliciante para quem queira pertencer ao movimento associativo” e talvez isso explique que este ano, ao contrário das eleições anteriores, que apenas tenha aparecido uma lista, de continuidade. “Muita gente não está para andar aqui, sempre com o credo na boca e a dar muito do seu tempo livre a toda esta causa, mas é para isso que aqui estamos”, destacou.

Os novos órgãos sociais
A corporação tem cerca de seis dezenas de elementos, 28 são sapadores e 33 voluntários. Para além de Bernardino Lima, a nova direcção da Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários de Vila Franca de Xira é composta por Rui Lobo (vice-presidente), Rita Silva (1ª secretária), Faustino Santos (2º secretário), António Barbosa (tesoureiro), Sara Machado (vogal), Rui Conceição (vogal) e como suplentes Jorge Gomes, Augusto Inácio e Ricardo Pereira. A assembleia-geral é composta por António José Matos (presidente), Miguel Santos (vice-presidente), Fernando Clemente (1º secretário) e Vicente Graça (2º secretário). O conselho fiscal é composto por Mauro Pimenta (presidente), Costa Antunes (secretário), Manuel Pereira (relator) e como suplentes Carlos Vitória e José Serpins.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1652
    21-02-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1652
    21-02-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo