Sociedade | 22-12-2023 21:00

Dois anos à espera de uma prótese prometida por hospital de Lisboa

Dois anos à espera de uma prótese prometida por hospital de Lisboa
Luís Carvalho está há dois anos à espera de uma prótese para substituir a que tem e se está a desfazer

Antigo empregado de mesa de Almeirim vive com uma prótese em más condições que tem de ser fixada com fita-cola. Há dois anos disseram-lhe que o hospital tinha autorizado a colocação de uma nova mas nunca mais foi chamado.

Luís Miguel Carvalho está há dois anos a sofrer com uma prótese que lhe foi colocada há oito anos e que se está a despedaçar aos poucos. O antigo empregado de mesa de um restaurante de Almeirim, que vive com uma reforma por invalidez, tinha sido amputado à perna direita na sequência de um acidente de moto e depois de 21 operações e de uma infecção que demorou anos a resolver. Devido à degradação da prótese tem de andar de canadianas porque já caiu umas cinco vezes desamparado na rua e uma vez em casa por causa de a prótese não estar em condições. Depois de uma consulta de fisiatria no Hospital de Santarém foi encaminhado para o Curry Cabral, em Lisboa, onde o médico solicitou à administração hospitalar uma nova prótese, mas nunca mais foi chamado.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1653
    28-02-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1653
    28-02-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo