Sociedade | 23-12-2023 15:00

IC2 na zona de Rio Maior finalmente requalificado

IC2 na zona de Rio Maior finalmente requalificado
FOTO - IP

A Infraestruturas de Portugal interveio num troço de cerca de 20 quiómetros, nos concelhos de Rio maior e Alcobaça, que era palco frequente de acidentes rodoviários graves.

A empresa pública Infraestruturas de Portugal (IP) anunciou que se encontra concluída a empreitada de beneficiação do troço do Itinerário Complementar (IC) 2, num troço com cerca de 20 quilómetros entre o nó da Asseiceira, no concelho de Rio Maior, e a zona urbana de Freires, no concelho de Alcobaça. A empreitada, reclamada durante anos devido à elevada sinistralidade nesse trajecto, envolveu, entre outros trabalhos, a reabilitação integral do pavimento e a criação de cinco novas rotundas, que facilitam as acessibilidades à rede viária local. Com esta intervenção, a IP pretende melhorar a fluidez do tráfego e reforçar as condições de segurança rodoviária dos milhares de automobilistas que ali circulam diariamente, mitigando o risco de acidente e assim contribuindo para a redução da sinistralidade.

A IP salienta que na obra foi implementada uma solução inovadora e sustentável de reabilitação do pavimento, através da utilização de material de obra reciclado proveniente das lajes retiradas. A obra compreendeu também a adequação e melhoria da sinalização de código e de orientação e o reforço do sistema de drenagem.

A requalificação do IC2 nos concelhos de Alcobaça e Rio Maior tinha um investimento previsto de 8,4 milhões de euros. Trata-se de um troço sinalizado como ponto negro de segurança rodoviária e palco de acidentes graves com frequência. A falta de segurança da via e os atrasos na requalificação da via geraram, nos últimos anos, protestos organizados pelo Movimento Marcha Lenta no IC2 e apoiados pelos municípios de Alcobaça e Rio Maior.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1653
    28-02-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1653
    28-02-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo