Sociedade | 02-01-2024 10:00

Chuvada inundou pavilhão do Sobralinho dois meses depois de levar piso novo

Chuvada inundou pavilhão do Sobralinho dois meses depois de levar piso novo
FOTO CMVFX - Em Março o pavilhão acolheu a sétima jornada de futsal na categoria de traquinas

Junta de freguesia fala em “azar gigante” o espaço meter água pouco tempo depois de levar um novo piso que, ainda por cima, não pode apanhar água. Pavilhão foi encerrado e a causa da inundação já foi identificada e está em reparação.

Pouco mais de dois meses depois do pavilhão municipal do Sobralinho ter levado um piso novo, que facilita a prática desportiva mas que não pode apanhar água, uma fissura na parede provocou uma inundação do espaço com as chuvas fortes de Dezembro.

A situação obrigou o equipamento a fechar portas e a manter-se assim até meados de Janeiro. Um “azar gigante”, nas palavras de Cláudio Lotra, presidente da União de Freguesias de Alverca do Ribatejo e Sobralinho, que foi questionado sobre o assunto por Helena Pereira, da bancada da CDU, na última assembleia de freguesia.

A inundação no pavilhão foi provocada por uma fissura existente numa parede confinante com a Escola Básica do primeiro ciclo do Sobralinho que até então não estava sinalizada e que já está em reparação. “Se isto tivesse acontecido ainda com o piso anterior que lá existia bastava uma limpeza e estava pronto a ser usado. Este novo piso, que facilita a prática desportiva, não pode apanhar água. Tem uma tela com pavimento por cima. Se a tela ficar molhada corre o risco de apodrecer e danificar todo o pavimento”, explicou. Para tentar salvar o piso a câmara municipal, dona do equipamento, procedeu ao levantamento de todo o piso para deixar secar a tela.

* Notícia desenvolvida na edição semanal de O MIRANTE

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1653
    28-02-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1653
    28-02-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo