Sociedade | 06-01-2024 15:31

Legionella encerra balneários na escola D. Martinho na Póvoa de Sta. Iria

Legionella encerra balneários na escola D. Martinho na Póvoa de Sta. Iria

Escola diz que não há razões para alarme tendo em conta que foram realizados os procedimentos necessários, como a desinfecção de todos os balneários.

Foi detectada uma concentração de legionella num dos balneários do pavilhão da escola D. Martinho Vaz de Castelo Branco, na Póvoa de Santa Iria, na sexta-feira. A informação partiu do próprio agrupamento escolar que diz que se trata “de um balneário com pouco uso e interdito aos alunos por se encontrar na zona de uso exclusivo de professores”.

Das análises efectuadas verificou-se que não se trata da estirpe legionella pneumophila, causadora de infecções pulmonares graves. “Está a ser realizada intervenção de desinfecção em todos os balneários , com produtos adequados para o efeito, e por isso os balneários estão encerrados até nova avaliação”, explica o director do agrupamento escolas, Pedro Ferreira.

De acordo com os responsáveis pela manutenção não existe razão para alarme, tendo em conta que foram realizados todos os procedimentos normais nestas circunstâncias, nomeadamente a notificação às autoridades de saúde pública.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1653
    28-02-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1653
    28-02-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo