Sociedade | 12-01-2024 21:00

Bombeiros denunciam retenção de ambulâncias por falta de macas

Bombeiros denunciam retenção de ambulâncias por falta de macas
António Carvalho, Bartolomeu Castro e José Carlos Pereira

Bombeiros de Castanheira do Ribatejo tiveram o socorro em risco por causa de ambulância retida mais de 24 horas num hospital numa situação que é transversal à região.

Liga dos Bombeiros quer aplicação de taxas extra, já o ministro da Saúde defende um sistema que evite reter macas de ambulâncias nos hospitais.

Macas, ambulâncias e bombeiros retidos longas horas nos hospitais são problema recorrente na região ribatejana que provoca uma diminuição da capacidade de socorro à população. A situação foi recentemente denunciada a O MIRANTE pelo comandante dos Bombeiros Voluntários de Castanheira do Ribatejo, Bartolomeu Castro, que na tarde de 4 de Janeiro não tinha tripulação disponível para responder a ocorrências de socorro pré-hospitalar devido à retenção de meios nos hospitais em Setúbal e Vila Franca de Xira.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1652
    21-02-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1652
    21-02-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo