Sociedade | 14-01-2024 07:00

Moradora volta a queixar-se do barulho da Silvex

Empresa foi notificada pela Câmara de Benavente por causa do ruído. Vereador Hélio Justino diz que só existe uma queixa por causa do barulho.

Uma moradora da freguesia de Benavente voltou a queixar-se do ruído emitido pela Silvex, empresa de produção de artigos em plástico. O assunto foi levantado em reunião de Câmara de Benavente pela vereadora independente Milena Castro. “A moradora diz que voltou a não ter sossego desde o mês de Outubro. Parece que isto não tem fim à vista e começa a ser preocupante”, disse a autarca.
Segundo o vereador do executivo, Hélio Justino, só existe esta queixa sendo que os outros moradores não se sentem incomodados com a actividade da empresa. De qualquer forma, a Silvex já foi notificada pela autarquia para regularizar o ruído de incomodidade, um dos parâmetros que, segundo Hélio Justino, ainda não está conforme. “Vou reunir com os reclamantes em breve e depois fazer novo ponto de situação com a empresa”.
Apesar da insistência a Silvex não respondeu aos pedidos de esclarecimentos de O MIRANTE. Em Outubro de 2022 a empresa disse ao jornal que tinha instalado silenciadores acústicos nas condutas de ar e mantas acústicas.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1652
    21-02-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1652
    21-02-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo