Sociedade | 15-01-2024 18:00

Alunos de escola de Aveiras de Cima passam frio nas salas de aula

Escola Básica nº 1 de Aveiras de Cima é antiga, não tem qualquer tipo de aquecimento e precisa de obras. Situação arrasta-se há anos embora exista um projecto para a sua requalificação.

Na Escola Básica nº 1 de Aveiras de Cima os casacos e os cachecóis fazem parte do vestuário dos alunos nas salas de aula para conseguirem suportar o frio durante os meses de Inverno. Os pais queixam-se, os alunos também, mas há anos que este estabelecimento de ensino, onde não há aquecimento, espera pelas prometidas obras de requalificação.
“Os alunos passam frio, não há aquecimento nenhum e os vidros das janelas ainda são dos normais. Fala-se muito de projectos e candidaturas para a requalificação da escola mas nunca mais se vê a obra”. O desabafo é do presidente da Junta de Aveiras de Cima, António Torrão (CDU), que considera inadmissível o arrastar desta situação que está a prejudicar as crianças da freguesia.
Além do frio, que se torna difícil de suportar nesta época do ano, o autarca já tinha alertado o município para problemas de infiltrações no edifício, que tem vindo a deteriorar-se com o passar dos anos, exigindo um maior investimento na sua manutenção. Em 2018, recorda o autarca da CDU a O MIRANTE, o município, na altura presidido por Luís de Sousa, chegou a desenvolver um projecto para a requalificação daquela escola mas que não chegou a sair do papel. Contactado pelo nosso jornal, o presidente da Câmara de Azambuja, Silvino Lúcio, confirma que existe um projecto de 2018, assim como um “levantamento das necessidades emergentes” para melhorar o edifício em termos de eficiência energética. Esse projecto, acrescenta, esteve a ser alvo de uma revisão que ficou concluída em Dezembro último e prevê para a empreitada um custo na ordem dos 600 mil euros.
“Temos consciência que aquela escola precisa de ser intervencionada e é essa intervenção que queremos desenvolver”, sublinha o autarca do PS, acrescentando que para que tal aconteça o município precisa de conseguir financiamento no quadro comunitário de apoio Portugal 2030.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1653
    28-02-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1653
    28-02-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo