Sociedade | 16-01-2024 21:00

Tomar é a cidade monumento da região ribatejana

Tomar é a cidade monumento da região ribatejana
Vanessa Santana é do Brasil e veio conhecer Portugal com o marido e as filhas. Luís Serra e a esposa prometem voltar à cidade. Julia Hocken e Lilia Costa visitaram Tomar pela segunda vez. Inês Azevedo levou os filhos a conhecer a cidade templária

Monumentos em Tomar receberem mais de meio milhão de visitantes em 2023, com destaque para o Convento de Cristo, com 300 mil, e a Sinagoga, com cerca de 50 mil, sendo que mais de 80% foram estrangeiros.

O MIRANTE falou com alguns turistas que olham para a cidade com um “conto de fadas” que lhes dá a possibilidade de viajar no tempo.

Os monumentos e a história dos templários são o que mais atrai turistas à cidade de Tomar, em particular o Convento de Cristo, considerado Património Mundial pela UNESCO (sob a gestão da Direcção Geral do Património Cultural), que recebeu mais de 300 mil visitantes durante o ano de 2023. A Sinagoga de Tomar é outro dos monumentos mais procurados pelos turistas, tendo tido um acréscimo do número de visitantes em relação ao ano anterior, totalizando mais de 45 mil visitantes durante 2023, sendo que a grande maioria foram estrangeiros (cerca de 30 mil). Em 2023, cerca de 138 mil pessoas visitaram os equipamentos culturais e monumentos de gestão municipal, segundo dados do Gabinete de Museologia e Património Cultural.
O aumento do número de turistas não se deve apenas à riqueza histórica da cidade, mas também à hospitalidade local, gastronomia, limpeza e conservação da cidade. Luís Serra, 48 anos, veio de Lisboa com a esposa para mostrar às filhas a cidade e dar a conhecer um pouco da história dos templários, uma vez que já tinha estado em Tomar enquanto piloto de motas. “Escolhemos visitar Tomar porque é uma cidade calma, tranquila, limpa, e porque tem um peso histórico brutal”, afirma a O MIRANTE. Destaca a gastronomia, a forma como são recebidos e elogia a cidade pela sua beleza, organização, bons acessos e conservação. Visitou o centro histórico, a Sinagoga e o Convento de Cristo, tendo seguido, no dia da reportagem de O MIRANTE, para o Castelo de Almourol, em Vila Nova da Barquinha. “Vou voltar com certeza porque tudo é bom, não há aspectos negativos. Esta região é espectacular”, afirma com convicção.
Encontrámos Vanessa Santana, de 46 anos, vinda do Brasil com o marido e as filhas junto à entrada do castelo. É a primeira vez que visitam Portugal e decidiram seguir a recomendação de uma amiga que já visitou Tomar diversas vezes. “Estamos em Portugal desde o dia 10 de Dezembro, já passamos por 26 cidades e aldeias e o Convento de Cristo é um dos lugares mais bonitos de Portugal até agora”, sublinha. A preservação e beleza do monumento foi um dos pontos que mais agradou ao casal.
Julia Hocken, 27 anos, natural do Brasil e residente nos Estados Unidos da América, veio com a mãe Lilia Costa, 56 anos, visitar pela segunda vez a cidade e o Convento de Cristo para mostrar aos familiares que ainda não conheciam. A jovem ficou a conhecer a cidade através da sua mãe, que é historiadora e quis conhecer uma parte crucial da história do mundo e da Ordem dos Templários. A beleza, limpeza, organização e conservação são as palavras que utilizam para descrever a cidade e os monumentos, caracterizando o Convento de Cristo como um “conto de fadas” e uma “viagem no tempo”. Durante a sua visita, visitaram ainda o Museu dos Fósforos. “Se as pessoas soubessem o quão lindo é Portugal, todo o mundo viria para cá”, realça Lilia Costa.
Inês Azevedo, 45 anos, proveniente da Trofa, visitou Tomar pela terceira vez com o marido também para dar a conhecer a cidade aos filhos. A família preparava-se para entrar no Convento de Cristo, mas já tinham visitado todo o centro histórico, incluindo a Praça da República, Igreja de São João Baptista, restaurantes, a roda e o Jardim do Mouchão, o rio Nabão e a antiga Central Eléctrica de Tomar. Destaca a tranquilidade da cidade e sua extensa zona pedonal que permite visitar a cidade sem ter de andar de carro, elogiando a riqueza histórica de Tomar. “O Convento de Cristo e a própria cidade valem a pena para conhecer um pouco da história de Portugal”, afirma Inês Azevedo.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1652
    21-02-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1652
    21-02-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo