Sociedade | 17-01-2024 18:00

Mais de 40 associações do distrito distinguidas pelo seu trabalho na formação de atletas

Mais de 40 associações do distrito distinguidas pelo seu trabalho na formação de atletas
Mais de quatro dezenas de associações do distrito de Santarém foram distinguidas pelo seu trabalho na formação de atletas

Entrega de certificados de entidade formadora realizou-se em Torres Novas e premiou 43 clubes do distrito de Santarém. Responsáveis destacaram que as associações e os dirigentes são as “células vivas” do movimento desportivo e associativo em Portugal.

A Associação de Futebol de Santarém (AFS) e a Federação Portuguesa de Futebol (FPF) entregaram, no dia 5 de Janeiro, os certificados de entidade formadora a 43 clubes do distrito de Santarém. O evento decorreu no Hotel dos Cavaleiros, em Torres Novas, e contou a presença de Fernando Gomes, presidente da FPF, Francisco Jerónimo, presidente da AF Santarém, e de vários autarcas e entidades da região ribatejana.
Dos 75 clubes filiados na AF Santarém, 49 registaram-se na Plataforma de Certificação, dos quais 43 receberam relatórios finais, destacando-se um aumento de 13 emblemas certificados em relação à época passada. No discurso de abertura, Pedro Ferreira, presidente do município de Torres Novas, destacou a obrigação moral, educacional e cultural dos municípios em ajudar as colectividades e o apoiar os dirigentes desportivos, deixando o seu agradecimento aos mesmos por todo o esforço diário e empenho em prol da população. O autarca destacou que é enriquecedor para o distrito ter mais de quatro dezenas de clubes reconhecidos, deixando o seu agradecimento, com o alerta de que a batalha ainda não acabou e que há desafios enormes pela frente, que têm de ser enfrentados com o apoio das autarquias.
Francisco Jerónimo, presidente da AF Santarém, deixou também agradecimentos aos dirigentes e “voluntários associativos anónimos”, pelo seu esforço, dedicação e horas pessoais despendidas em prol do desenvolvimento do futebol e do futsal. O presidente da associação refere que em 2018/19 foram apenas cinco as entidades certificadas e que, com um aumento gradual de ano para ano, chegaram às 43 este ano. “Foram quatro entidades certificadas com quatro estrelas, 21 com três, 11 com duas estrelas e uma com uma estrela. É um crescimento importante de um projecto de grande relevância e impacto para o desenvolvimento do futebol e do futsal mas que ainda carece de algum ajustamento” vincou Francisco Jerónimo.
No seu discurso, antes da entrega dos certificados, o presidente da FPF, Fernando Gomes, referiu que os dirigentes são as células vivas do movimento desportivo e associativo português e que, sem o seu contributo, o desporto em Portugal não era aquilo que é. Fernando Gomes afirmou que as associações distritais são como o braço armado da FPF junto das populações. Reconheceu que houve um esforço por parte dos clubes para se ajustarem ao pretendido, que era elevar a qualidade da formação. “Hoje, em Portugal, temos um total de 781 entidades certificadas, o que representa 66% da totalidade de entidades existentes. O processo é exigente, mas a exigência faz com que as pessoas queiram melhorar”, terminou Fernando Gomes, agradecendo o apoio fundamental das autarquias com a disponibilização de infra-estruturas, apoio às inscrições dos atletas, programas que celebram com os clubes e transporte das equipas para disputarem as competições.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1652
    21-02-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1652
    21-02-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo