Sociedade | 23-01-2024 12:00

Requalificação do bairro municipal de Alfange na fase final

Requalificação do bairro municipal de Alfange na fase final
Trabalhos de arqueologia na zona do bairro de Alfange puseram a descoberto silos medievais e contextos arqueológicos romanos

A nova prorrogação de prazo concedida ao empreiteiro pela Câmara de Santarém aponta o final das obras de reabilitação do edificado até 3 de Fevereiro.

A empreitada de reabilitação dos edifícios do Bairro Calouste Gulbenkian, no lugar ribeirinho de Alfange, em Santarém, deverá ficar concluída na totalidade até 3 de Fevereiro de 2024, segundo consta da proposta de prorrogação do prazo da obra, aprovada em reunião de câmara, sem qualquer penalização para o empreiteiro.
A empresa responsável pelos trabalhos, para além de efectuar um terceiro pedido de reequilíbrio financeiro, ficou também de apresentar um novo plano de trabalhos e um plano de pagamentos ajustado ao novo prazo da empreitada, que se estendeu para além dos prazos previstos devido a alguns imponderáveis. Uma das razões foi a necessidade de efectuar trabalhos de arqueologia na zona devido aos vestígios encontrados.
Os trabalhos de arqueologia que acompanham, desde Janeiro de 2023, as obras de requalificação em curso no bairro de Alfange, puseram a descoberto silos medievais e contextos arqueológicos romanos. Segundo nota da Câmara de Santarém, as estruturas foram descobertas, nomeadamente, numa área destinada a um parque de estacionamento, pensando-se que a zona terá sido um porto, “eventualmente relacionado com actividades mercantis e de manufactura desta zona ribeirinha”. Numa área entre 350 a 400 metros quadrados, da zona que estava a ser intervencionada, “foram identificados cerca de 40 silos de diferentes diâmetros e profundidades e contextos de cronologia romana”, acrescentava a autarquia.
No total, as duas revisões de preços já pedidas pelo empreiteiro e aprovadas pelo município encareceram o orçamento da empreitada em mais 100 mil euros. A requalificação do Bairro Calouste Gulbenkian, propriedade do município, foi desenvolvida no âmbito do Plano Estratégico de Reabilitação Urbana (PEDU) e estava orçada em mais de um milhão de euros. As obras foram consideradas uma prioridade para a Câmara de Santarém no sentido de oferecer habitação condigna às famílias mais carenciadas.
Além do investimento no Bairro Calouste Gulbenkian, construído na década de 1960, o município viu aprovado, em Março de 2021, o seu Programa Local de Habitação (PLH), no valor de 20 milhões de euros.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1668
    12-06-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1668
    12-06-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo