Sociedade | 26-01-2024 21:00

Às portas de Vila Franca de Xira queima-se o lixo de 1,5 milhões de pessoas

Às portas de Vila Franca de Xira queima-se o lixo de 1,5 milhões de pessoas
Catarina Cristão e Susana Silva, da Valorsul, mostraram a O MIRANTE o trabalho de bastidores que é feito na central de valorização

O MIRANTE visitou a recém-requalificada Central de Valorização Energética da Valorsul, na Bobadela. Numa altura em que ainda se ouvem queixas da comunidade de Arcena por causa dos maus cheiros do aterro sanitário a empresa admite que já está em estudo uma localização alternativa a Mato da Cruz.

Depois de três meses a receber o lixo que não pôde ser queimado na Central de Valorização Energética da Valorsul, devido a obras profundas de manutenção desta, o Aterro Sanitário de Mato da Cruz, em Arcena, Alverca do Ribatejo, ficou mais próximo de estar lotado. De tal forma que pode ver a sua vida útil esgotada muito antes do prazo da licença ambiental emitida pela Agência Portuguesa do Ambiente, válida até 2026. A novidade foi avançada pela Valorsul a O MIRANTE, durante uma visita à Central de Valorização Energética da Bobadela, Loures, situada praticamente às portas da Póvoa de Santa Iria, já no concelho de Vila Franca de Xira.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1652
    21-02-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1652
    21-02-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo