Sociedade | 26-01-2024 07:00

Passagem de nível em VFX continua a fazer vítimas

Passagem de nível em VFX continua a fazer vítimas
Passagem de nível do cais de Vila Franca de Xira é há muito um problema de segurança no centro da cidade

Desrespeito pela sinalização e o alheamento geral face ao perigo continuam a ser os principais factores de risco na passagem de nível do cais em VFX. Poucos dias antes do último Natal uma pessoa perdeu a vida colhida por um comboio.

A passagem de nível do cais, em Vila Franca de Xira, continua a ceifar vidas no centro da cidade e a morte de um homem na noite de 17 de Dezembro de 2023, colhido por um comboio, veio reavivar as preocupações de segurança da comunidade para com aquela passagem. O corpo foi colhido e arrastado pelo comboio durante vários metros até a composição conseguir parar e a pessoa teve morte imediata. A recolha do cadáver obrigou a interromper a circulação ferroviária nos dois sentidos durante quase três horas. O acidente veio avivar as preocupações sobre uma passagem que, em 14 anos, já matou 31 pessoas e tem sido vigiada desde Março de 2021 por agentes da Polícia de Segurança Pública em serviço gratificado pago pela Infraestruturas de Portugal, para impedir que as pessoas atravessem a via quando as cancelas estão fechadas. Mesmo assim as mortes continuam a acontecer.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1652
    21-02-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1652
    21-02-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo