Sociedade | 26-01-2024 10:00

Rui Barreiro safa-se de castigo com amnistia da visita do Papa

Rui Barreiro safa-se de castigo com amnistia da visita do Papa
Rui Barreiro, ex-presidente da Câmara de Santarém, que foi condenado num processo disciplinar do Ministério da Agricultura, beneficiou da amnistia concedida no âmbito da visita do Papa à Jornada Mundial da Juventude

O socialista que foi secretário de Estado e presidente da Câmara de Santarém foi condenado num processo disciplinar do Ministério da Agricultura por ter escondido que era sócio e gerente de uma empresa que fazia projectos a agricultores. O tribunal confirmou a culpa de Rui Barreiro mas o político safou-se com amnistia pela visita do Papa.

O ex-autarca e ex-secretário de Estado, Rui Barreiro, safou-se de cumprir um castigo do Ministério da Agricultura, onde é inspector, que já tinha sido confirmado pelo tribunal porque lhe foi concedida uma amnistia no âmbito da visita do Papa em Agosto. O socialista teve a sorte de a concessão de amnistias para penas disciplinares, multas e outras condenações ter coincidido com a altura em que o caso estava para decisão do Tribunal Central Administrativo Sul para onde recorreu da decisão do Administrativo de Leiria que confirmou a pena de suspensão aplicada pelo ministério. O juiz do tribunal superior considerou que Rui Barreiro estava em condições de ser amnistiado e julgou extinta a pena tendo já devolvido o processo a Leiria para ser fechado e arquivado.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1652
    21-02-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1652
    21-02-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo