Sociedade | 28-01-2024 07:00

Sem abrigo preocupa moradores da zona alta em Torres Novas

Moradores da zona alta de Torres Novas têm de conviver com a estadia da pessoa em situação de sem abrigo às portas de casa. Insalubridade e o mau aspecto que dá ao local, próximo de uma escola, são motivo de preocupação e um alerta para que seja encontrada uma solução.

Uma pessoa em situação de sem abrigo que pernoita e passa os dias debaixo das arcadas, junto à entrada de habitações na zona alta, em Torres Novas, está a preocupar os moradores que se sentem incomodados com a situação de insalubridade com a qual têm de conviver junto às suas casas. Nalguns casos, refere a O MIRANTE uma residente que pede para não ser identificada, para poderem transitar, os moradores têm que passar por cima do homem e dos seus parcos pertences, o que causa desconforto.
Além da sujidade e do mau aspecto que dá ao local, a pessoa em situação de sem abrigo já foi abordada mais do que uma vez pela PSP por se encontrar junto à Escola Básica 2, 3 e Secundária Artur Gonçalves a perturbar os alunos. O assunto tem dado que falar e foi tema introduzido na última reunião do executivo da Câmara de Torres Novas pelo vereador do PSD, Tiago Ferreira, que quis saber se os serviços de Acção Social do município têm forma de intervir e resolver a situação daquela pessoa, que já surpreendeu moradores dentro dos prédios.
Em resposta, o presidente do município, Pedro Ferreira, fez saber que ao nível da rede social existem respostas para dar a pessoas em situação de sem abrigo, seja através da institucionalização ou da cedência transitória de uma habitação municipal. No entanto, ressalvou, é preciso que as pessoas que estão nessas condições queiram e se deixem ajudar. “Não é a primeira vez que acontece em Torres Novas. Os sem abrigo por vezes têm características especiais, já tivemos casos de queremos abrigar e [a pessoa] não quer”, afirmou.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1652
    21-02-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1652
    21-02-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo