Sociedade | 04-02-2024 18:00

Monumento nacional de Santarém encerrado por razões de segurança

Segundo José Miguel Noras, o desprendimento do estuque do tecto terá ficado a dever-se a incompatibilidade de materiais que não têm a mesma textura.

Pedaços de estuque do tecto da Igreja de Nossa Senhora de Jesus do Sítio, em Santarém, caíram na madrugada de quinta-feira, 25 de Janeiro, o que motivou o encerramento desse monumento nacional, propriedade da Misericórdia de Santarém, por razões de segurança. O incidente não causou danos pessoais, já que o templo se encontrava vazio. Foi uma questão de sorte, como admitiu o novo provedor da Santa Casa da Misericórdia de Santarém, José Miguel Noras, já que a igreja recebe missas e, por vezes, até velórios, além de estar normalmente aberta à visitação do público.
Segundo José Miguel Noras, o desprendimento do estuque do tecto terá ficado a dever-se a incompatibilidade de materiais que não têm a mesma textura. Depois de uma vistoria feita por técnicos do município, o problema será também objecto de avaliação preliminar por parte do Património Cultural, instituto público recentemente criado.
O vereador da Câmara de Santarém com o pelouro do Património, Nuno Domingos, informa que a situação foi reportada ao Património Cultural, a solicitar uma intervenção da parte desse instituto do Estado que presta serviços de consultoria e assistência técnica a outras entidades. Mas o autarca antevê que se vá tratar de um processo complexo e eventualmente moroso.
Também conhecida como igreja do antigo Hospital de Jesus Cristo de Santarém, o templo integra-se num conjunto edificado que faz parte do antigo Convento dos Franciscanos da Ordem Terceira, que no século XIX foi transformado em hospital e hoje é um estabelecimento de ensino e sede dos serviços da Santa Casa da Misericórdia de Santarém. A igreja, localizada junto à rotunda do Largo Cândido dos Reis, no centro da cidade, foi edificada entre 1615-1649 e ocupou o espaço da antiga ermida medieval de Santa Maria Madalena. Foi classificada como monumento nacional em 8 de Fevereiro de 1923.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1653
    28-02-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1653
    28-02-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo