Sociedade | 05-02-2024 10:00

Na Barquinha há uma associação que faz a diferença na vida dos mais velhos

Na Barquinha há uma associação que faz a diferença na vida dos mais velhos
Camaradagem e união são alguns dos principais valores da Essência da Partilha

Essência da Partilha é uma associação que conta com três pólos de Universidade Sénior em Vila Nova da Barquinha. Fundada em 2010 trabalha para fazer a diferença no combate ao isolamento social.

Vânia Moura é presidente da associação Essência da Partilha, uma colectividade fundada em 2010 com o objectivo de apoiar a população sénior do concelho de Vila Nova da Barquinha nas mais variadas vertentes, incentivando ao convívio e à aprendizagem.
Em 2011 a associação criou a Formação Ocupacional de Seniores (FOS) que funciona como Universidade Sénior e conta com 155 alunos distribuídos pelos três pólos, na Praia do Ribatejo, Cardal e Tancos. A presidente da associação é a coordenadora do projecto desde 2011. A Essência da Partilha conta ainda com um projecto de acção social, o PATAS (Projecto de Apoio Técnico à Acção Social), e apoia a loja social do concelho onde se fazem cabazes alimentares que são entregues, mensalmente, a famílias carenciadas.
Vânia Moura explica a O MIRANTE que a missão da associação é chegar ao maior número de pessoas possível, embora reconheça que há muita população sénior que gostava de se juntar, mas está condicionada pela falta de transporte. A dirigente diz que, em conjunto com o município, se está a delinear uma estratégia para chegar a mais pessoas, seja com o transporte a pedido ou com um autocarro que faça uma rota maior.

Uma associação com muitos voluntários
A associação funciona em regime de voluntariado tendo um total 37 elementos. Na direcção Vânia Moura conta com o apoio da vice-presidente Joana Prates e da tesoureira Ricardina Simas. Samuel Alves, responsável pelo funcionamento logístico e administrativo da universidade sénior, é o único assalariado. “A associação surge porque faltava apoio social para responder às necessidades dos seniores do concelho” vinca. A Formação Ocupacional de Seniores tem sido muito importante para os utentes se manterem activos. Pintura, informática, idiomas, música e ginástica são algumas das aulas disponíveis. Além disso, o projecto conta com uma vertente lúdica assinalando as épocas do São Martinho, Páscoa e Natal. Passeios educativos a fábricas e museus e até ao estrangeiro também fazem parte da lista de actividades. Vânia Moura explica que as aulas são leccionadas por formadores, que não precisam ter qualquer formação ou experiência, apenas vontade de ajudar e capacidade de ensinar. “Queremos proporcionar um envelhecimento activo e fazer com que as pessoas se sintam bem, incentivando outros amigos ou vizinhos a virem também”, sublinha, acrescentando que “é muito gratificante ver a diferença que fazemos na vida das pessoas”.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1652
    21-02-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1652
    21-02-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo