Sociedade | 18-02-2024 07:00

Abrantes instala contadores inteligentes para reduzir consumos de água

O projecto-piloto de instalação de contadores inteligentes no concelho de Abrantes foi iniciado na Esteveira, na zona sul do concelho, em 2019, com 23 contadores domésticos. Será agora alargado às localidades de Barrada, Água Travessa, Foz, Brunheirinho, Vale de Horta e Vale de Cortiças.

Os Serviços Municipalizados de Abrantes vão instalar 840 contadores com telemetria para a monitorização e controlo de perdas de água no concelho, um investimento de 75 mi euros que se pretende alargar a todo o território. Em declarações à Lusa, o director-delegado dos Serviços Municipalizados de Abrantes (SMA), Ricardo Aparício, disse que estes contadores inteligentes recorrem ao sistema de telemetria e “permitem a leitura automática dos consumos de água, identificando fugas e permitindo controlar o consumo dos mesmos”.

O concelho de Abrantes teve em 2022 um volume de captação de quatro milhões de metros cúbicos de água para distribuição e registou uma “perda real de 23%”, valor que “inclui consumos autorizados não faturados, como seja para os bombeiros”, em caso de incêndios. “Com a telemetria podemos monitorizar o uso de água em tempo real, permitindo uma deteção mais rápida de qualquer consumo involuntário (rotura) ou alguma torneira aberta em contínuo”, explicou. Além disso, permite a “eliminação da facturação por estimativa, uma vez que as leituras do contador são realizadas em tempo real, por via informática e à distância”, indicou Ricardo Aparício. Deixa assim de ser necessário o “cliente enviar as leituras do contador” e nem o “técnico necessita de se deslocar ao local do contador a efetuar a contagem”, acrescentou.

O projecto-piloto de instalação de contadores inteligentes no concelho de Abrantes foi iniciado na Esteveira, na zona sul do concelho, em 2019, com 23 contadores domésticos, tendo a Câmara de Abrantes indicado que “decorreu sem falhas e foi totalmente ao encontro das expectativas do município”, razão pela qual se decidiu avançar para a segunda fase, num investimento assegurado a 100% pelo orçamento dos SMA.

Também em declarações à Lusa, o presidente da Câmara de Abrantes, Manuel Jorge Valamatos, disse que na primeira fase do projecto-piloto “foram avisados consumidores que possuíam uma fuga de águas nas suas casas”, o que permitiu a “identificação e reparação da fuga, evitando-se desperdícios de água e aumento de facturação”. Este projecto-piloto será agora alargado às localidades de Barrada, Água Travessa, Foz, Brunheirinho, Vale de Horta e Vale de Cortiças, no sul do concelho. Ficam assim a funcionar um total de 840 contadores inteligentes, dos quais 595 instalados nas localidades afetas ao projecto e 245 em “grandes clientes por todo o concelho, como hospitais e escolas, em contadores internos e em bocas de incêndio”.

Segundo o diretor-delegado dos SMA, o objectivo é o “alargamento a todos os contadores do concelho para controlar perdas na rede total e de forma automática”, uma operação que deverá abranger 22 mil dispositivos, num território com 780 quilómetros de rede, num investimento global previsto de 2,5 milhões de euros (ME), a executar a médio/longo prazo.

“Nesta fase, o investimento foi todo efectuado com fundos próprios, sendo que temos a expectativa que existam financiamentos para este tipo de estruturas, aos quais com toda a certeza iremos concorrer. Se existir oportunidade de financiamentos externos, de certeza que o processo será muito mais célere”, indicou Ricardo Aparício.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1660
    17-04-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1660
    17-04-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo