Sociedade | 26-02-2024 21:00

Assalto atrasa inauguração de escultura em Alpiarça

A Câmara de Alpiarça encomendou, para assinalar o 50º aniversário do 25 de Abril, uma escultura de homenagem aos que lutaram contra a ditadura. A maqueta foi danificada durante um assalto a casa do escultor, o que atrasou a execução da obra e impede a sua inauguração nessa data festiva.

A maqueta que vai estar na origem da escultura que a Câmara de Alpiarça encomendou para assinalar o 50º aniversário do 25 de Abril foi vandalizada durante um assalto à casa do escultor e não vai estar pronta a tempo de ser inaugurada na data em que se assinalam os 50 anos da Revolução dos Cravos. A informação foi dada pela presidente do município, a socialista Sónia Sanfona, em sessão camarária. Segundo explicou, a maqueta, que foi feita em gesso e serviria para depois fazer a escultura, ficou danificada durante o assalto.
“O escultor solicitou à câmara que pudesse ser feita uma reformulação contratual da peça mas ficará tudo com os mesmos preços. A peça vai agora ser feita em bronze fundido em vez de ser em betão claro. Esta alteração implica um acréscimo nos custos mas estes vão ficar a cargo do escultor. No dia 25 de Abril estará colocada uma maqueta do que será a escultura e esta será posteriormente inaugurada no próximo mês de Setembro”, referiu Sónia Sanfona.
Como O MIRANTE noticiou (ver edição 9 de Abril de 2023) o município de Alpiarça quer assinalar esta data tão importante da democracia portuguesa com uma escultura de homenagem aos homens e mulheres que lutaram contra a ditadura em Alpiarça e em Portugal. Sónia Sanfona referiu, na altura, que a peça escultórica pretende demonstrar o respeito pelos valores da revolução de Abril. “Em princípio será colocada no espaço verde, na zona frontal ou lateral ao mercado municipal, uma vez que era aí que durante muito tempo decorriam as praças de jornas”, explicou a autarca.
A peça vai ser feita pelo artista da terra Armando Ferreira, terá cerca de três metros de altura e um custo de 112 mil euros mais IVA. O vereador da oposição, João Pedro Arraiolos (CDU), saudou a decisão e recordou o enorme respeito que tanto ele como os eleitos da CDU têm pela revolução do 25 de Abril e por todos os que resistiram à ditadura.
Armando Ferreira é autor de várias obras em Alpiarça nomeadamente a Fonte da Vida; a de homenagem ao ciclismo; o monumento ao 25 de Abril e o monumento ao povo de Alpiarça, que está colocada junto ao edifício dos paços do concelho. A sua obra que mais polémica deu no concelho foi a que tem o nome de “A melhor casta”, onde está a figura de uma mulher nua com os seios à mostra. A escultura, inaugurada em Abril de 2005, está colocada no Largo José Pinhão, no centro da vila.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1660
    17-04-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1660
    17-04-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo