Sociedade | 26-02-2024 18:00

Duas centenas de alunos continuam à espera de professor em Vila Franca de Xira

Duas centenas de alunos continuam à espera de professor em Vila Franca de Xira
Executivo de Vila Franca de Xira diz estar em contacto permanente com os agrupamentos de escolas para avaliar as diferentes situações

Do primeiro ao 12º ano de escolaridade o concelho tem registo de 15.724 alunos e no último concurso de colocação de professores ficaram por colocar 2% dos necessários.

No concelho de Vila Franca de Xira duas centenas de alunos, no arranque do segundo período, ainda não tinham a totalidade dos professores necessários para garantir todos os horários. Os números foram avançados em reunião de câmara pela vereadora com o pelouro da Educação, a também vice-presidente, Marina Tiago. A autarca respondia a uma proposta da Coligação Nova Geração (PSD/PPM/MPT) para que fosse discutido e analisado o ponto de situação da falta de professores nas escolas e de vagas nas creches do concelho.
Em Vila Franca de Xira, do 1º ao 12º ano, estão matriculados 15.724 alunos em 724 turmas. No arranque do segundo período ficaram por colocar 2% dos professores do universo total de docentes necessários no concelho, o que significa que pelo menos 200 alunos ainda estão sem a totalidade das aulas. Apesar da colocação de professores não ser uma competência da câmara municipal, Marina Tiago afiança que o município tem acompanhado a situação de perto com os directores dos agrupamentos de escolas. “As escolas têm encontrado metodologias horárias para suprir algumas carências e sabemos que andam a tentar colmatar estas ausências”, explicou.
Já no que toca às creches, a vereadora Manuela Ralha lembrou que as vagas de creche gratuita foram alargadas a 12 novos pedidos que surgiram e que, desde então, não foram feitos pedidos para alargamento dessa resposta. Existem, segundo a autarca, 202 vagas nas Instituições Particulares de Solidariedade Social e houve também seis novos pedidos para creche privada no concelho, totalizando um valor global de 105 vagas privadas. “As creches são essenciais no equilíbrio da igualdade de género para as mulheres se poderem autonomizar na vida em sociedade e, por isso, o investimento do Estado também passa pelas creches gratuitas”, defendeu. A discussão surgiu no âmbito de uma proposta apresentada pela Nova Geração para que se fizesse o ponto de situação da colocação de professores e educadores nas escolas e creches do concelho. David Pato Ferreira lembrou que desde Outubro que os vereadores daquela força política questionam o executivo sobre a situação. Num levantamento divulgado pela Federação Nacional dos Professores (FENPROF) em Janeiro, cerca de 40 mil alunos, em todo o país, recomeçaram as aulas no segundo período sem terem todos os professores.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1660
    17-04-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1660
    17-04-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo