Sociedade | 03-03-2024 15:00

Crimes violentos em Vila Franca de Xira obrigam poder político a tomar posição

Crimes violentos em Vila Franca de Xira obrigam poder político a tomar posição
Fernando Paulo Ferreira garante que o concelho ainda é seguro e que as autoridades policiais estão atentas

Jovem de 19 anos foi assassinado à facada no centro de Alverca e alarmou a comunidade levantando dúvidas sobre a segurança na cidade. Presidente do município reagiu ao caso.

O concelho de Vila Franca de Xira é um dos mais seguros da Área Metropolitana de Lisboa e não será um caso isolado a alarmar a comunidade. A convicção foi deixada na última semana pelo presidente do município, Fernando Paulo Ferreira, em reunião de câmara, reagindo às queixas da vereadora do Chega, Bárbara Fernandes, que lamentou a recente onda de criminalidade no concelho.
“Procurar encontrar em situações muito particulares, isoladas e sem ligação entre si, para gerar um clima de receio e medo é típico dos partidos da extrema direita mas não correspondem à realidade e não o subscrevemos”, atirou Fernando Paulo Ferreira. O autarca voltou a garantir que o município tem feito um trabalho próximo de articulação e de proximidade com as forças de segurança para manter as cidades do concelho seguras.
Apesar das palavras tranquilizadoras do líder do município, o presidente da União de Freguesias de Alverca do Ribatejo e Sobralinho, Cláudio Lotra, já tinha manifestado preocupação com a situação que a cidade vive. “Já fizemos chegar essa preocupação à PSP e tentar que tomem medidas e que consigam ter uma presença mais regular nas ruas”, afirmou a O MIRANTE, não deixando de notar a violência do crime, cometido durante o dia e numa das zonas mais frequentadas da cidade sem que ninguém tivesse feito nada para o impedir.
Recorde-se que na tarde de 6 de Fevereiro, Pedro Ricardo, de 19 anos, foi assassinado à facada no centro da cidade de Alverca e esvaiu-se em sangue no passeio junto à Estrada Nacional 10, em pleno dia, depois de se ver rodeado por oito outros jovens. Todos os cenários para justificar o crime estão em cima da mesa para as autoridades policiais. Há três suspeitos do crime detidos pelas autoridades, que têm 19, 22 e 24 anos, e foram agarrados pela PSP quando tentavam fugir. O suspeito de ter sido o homicida já tem ficha policial por outros crimes e vai aguardar julgamento em prisão preventiva, juntamente com outro agressor. Um terceiro detido saiu em liberdade com obrigação de apresentações periódicas nas autoridades.
Antes, em Dezembro, um tiroteio ocorrido na Urbanização da Malvarosa, também em Alverca, resultou em ferimentos graves num outro jovem, de 28 anos, durante um negócio de droga. No início de 2023 um outro crime chocou a comunidade de Alverca quando um homem foi detido por suspeita de ter assassinado o rival numa garagem na Quinta da Ómnia.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1660
    17-04-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1660
    17-04-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo