Sociedade | 11-03-2024 21:00

Obra da Infraestruturas de Portugal na EN10 em Alhandra considerada uma aberração

Obra da Infraestruturas de Portugal na EN10 em Alhandra considerada uma aberração
Colocação de pilaretes na Estrada Nacional 10 está a ser uma dor de cabeça para os condutores e a comunidade

“Barbaridade”, “ideia péssima” ou “obra atamancada” são algumas das queixas que se ouvem em tom de voz elevado.

“Barbaridade”, “ideia péssima” ou “obra atamancada” são algumas das queixas que se ouvem em tom de voz elevado em Alhandra nos últimos dias depois da empresa pública Infraestruturas de Portugal (IP) ter colocado um conjunto de pilaretes na Estrada Nacional 10 junto às bombas de combustível e com isso contribuído para gerar filas de trânsito nas horas de ponta.
O caso tem gerado polémica porque nas horas de maior circulação, de manhã e ao final do dia, o trânsito que no passado se acumulava em cima das raias pintadas no chão à espera de virar à esquerda no cruzamento para São João dos Montes, agora não tem para onde ir e com isso trava toda a circulação incluindo de quem apenas quer seguir em frente para Vila Franca de Xira. Uma situação que tem causado filas imensas que, na última semana, chegaram a ir praticamente até às portas de Alverca.
“Para mim aquilo é uma aberração”, diz sem papas na língua a O MIRANTE o presidente da Junta de Freguesia de Alhandra, São João dos Montes e Calhandriz, Mário Cantiga. “A minha vontade é chegar ali e arrancar aquilo tudo mas não posso. Mais uma vez as organizações sobrepõem-se a nós e vêm ao nosso território fazer o que querem sem nos consultar. O que defendemos é a construção de uma rotunda junto ao viaduto da A1 e acabar com aqueles semáforos e isso é uma responsabilidade da IP”, defende Mário Cantiga.
Questionado por O MIRANTE sobre o assunto, também o presidente da câmara de VFX, Fernando Paulo Ferreira, se mostrou revoltado garantindo já ter enviado um ofício à IP a repudiar a intervenção e a pedir uma reunião com carácter de urgência. “Já tínhamos transmitido à IP que, na nossa opinião, a fazer-se ali uma obra devia-se aumentar a distância da faixa de viragem para São João dos Montes. Ficámos completamente surpreendidos com aquilo, não fomos consultados e já manifestei o nosso repúdio pela solução que a IP encontrou e por intervir no nosso território sem a devida articulação com a câmara”, critica o autarca, garantindo “não estar nada de acordo” com a colocação dos pilaretes.
Para a população a opinião é semelhante. “Se querem evitar que as pessoas atravessem a estrada não vale de nada porque as pessoas passam pelo meio dos pilaretes. Quem decidiu isto não percebe nada desta zona nem compreende que assim está a provocar o caos no trânsito”, lamenta Mariano Dias, residente na vila. O MIRANTE questionou a IP sobre o assunto mas até à data de fecho desta edição não recebeu qualquer resposta.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1660
    17-04-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1660
    17-04-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo