Sociedade | 13-03-2024 11:02

Advogado José Amaral morre colhido por comboio em Mouriscas

Advogado José Amaral morre colhido por comboio em Mouriscas

José Manuel Amaral é a vítima mortal do atropelamento ferroviário ocorrido na desactivada estação ferroviária de Mouriscas.

O advogado com escritório em Abrantes, José Manuel Amaral, morreu aos 71 anos colhido por um comboio na desactivada estação ferroviária de Mouriscas, no concelho de Abrantes, na terça-feira, 13 de Março, confirmou a O MIRANTE fonte dos bombeiros.

Segundo o Comando Sub-Regional de Protecção Civil do Médio Tejo, o alerta para a ocorrência foi dado às 12h26 pelo maquinista do comboio que seguia na linha dois da Beira Baixa. Para o local foram mobilizados 17 operacionais apoiados por seis meios dos Bombeiros de Abrantes, Guarda Nacional Republicana e serviços municipais de Abrantes.

A linha dois ficou sem circulação tendo sido mantida a circulação de comboios na linha um enquanto decorreram os trabalhos de recolha do corpo e limpeza da via.

Contactos prevenção do suicídio

SOS Voz Amiga, das 16h00 às 24h00: 213 544 545 / 912 802 669 / 963 524 660 / 800 209 899 (21h00-24h00, linha verde gratuita); Conversa Amiga, das 15h00 às 22h00: 808 237 327 / 210 027 159; Vozes Amigas de Esperança de Portugal, das 16h00 às 22h00: 222 080 707.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1660
    17-04-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1660
    17-04-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo