Sociedade | 17-03-2024 15:00

Empresa de transportes da Lezíria do Tejo vai ter 105 autocarros e 148 motoristas

Empresa de transportes da Lezíria do Tejo vai ter 105 autocarros e 148 motoristas
Pedro Ribeiro, presidente da Comunidade Intermunicipal da Lezíria do Tejo

Já está definida a constituição da nova empresa intermunicipal que pretende dar resposta às populações que usam transportes públicos na Lezíria do Tejo. Vão ser adquiridos mais e melhores autocarros para servir os 11 municípios da CIMLT.

A Empresa Intermunicipal Transportes Lezíria do Tejo, EIM, S.A vai ter um capital social de 2 milhões e 100 mil euros, que se dividem em acções de dois euros cada. A empresa é constituída pelos 11 municípios que fazem parte da Comunidade Intermunicipal da Lezíria do Tejo (CIMLT) e pretende dar melhor resposta às populações que usam transportes públicos rodoviários nesse território.
A empresa intermunicipal terá um conselho de administração com três membros, um presidente da mesa da assembleia-geral e um secretário, todos sem remuneração. O quadro de pessoal vai ser composto por 183 trabalhadores, sendo três elementos da direcção. Está prevista a contratação de 148 motoristas, 13 funcionários para serviços de manutenção e quatro fiscais.
A sociedade vai ficar à responsabilidade de um fiscal único e para alterar os estatutos e aumentar capital serão necessários dois terços dos votos sendo que cada entidade tem direito a um voto.
O capital social será subscrito pelos municípios, mas na fase inicial a CIMLT entrará com 600 mil euros de capitais próprios. Os restantes 1,5 milhões de euros são repartidos pelos municípios, de acordo com a população de cada um.
Actualmente os autocarros das entidades privadas de transporte que servem os utentes da região – Rodoviária do Tejo e Ribatejana - têm uma média de idade a rondar os 18 anos. A empresa intermunicipal tem prevista a aquisição de 105 autocarros interurbanos, 14 autocarros de turismo, oito autocarros urbanos de modelo standart, 12 minibus e sete carrinhas, viaturas com uma média de idade entre os 10 e os 12 anos e que por isso oferecem mais conforto.
Recorde-se que os 11 presidentes de câmaras da Comunidade Intermunicipal da Lezíria do Tejo aprovaram por unanimidade, a 22 de Fevereiro, a criação da empresa de transportes públicos rodoviários. A decisão foi tomada na reunião extraordinária do conselho intermunicipal e a empresa intermunicipal terá capitais exclusivamente públicos e deve entrar em funcionamento, segundo declarou o presidente da CIMLT e da Câmara de Almeirim, Pedro Ribeiro, em 2025.
O processo de criação de Empresa Intermunicipal Transportes Lezíria do Tejo e de aquisição de Terminal Rodoviário de Santarém pela Comunidade Intermunicipal da Lezíria do Tejo com contratação de empréstimo bancário tem ainda de obter a aprovação por parte dos executivos camarários e assembleias municipais dos 11 municípios da CIMLT.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1660
    17-04-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1660
    17-04-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo