Sociedade | 18-03-2024 10:00

Moradores de Casais Lagartos estão fartos de promessas e exigem saneamento básico

Moradores de Casais Lagartos estão fartos de promessas e exigem saneamento básico
Moradores de Casais Lagartos, concelho do Cartaxo, estão cansados de esperar há cerca de 20 anos para terem acesso a saneamento básicos

A população de Casais Lagartos, na freguesia de Pontével, está cansada de promessas ao longo dos últimos 20 anos sobre a instalação de saneamento básico na localidade. Grupo de moradores esteve na última sessão da Assembleia Municipal do Cartaxo onde ouviu o presidente da câmara garantir que o saneamento básico vai ser uma realidade até ao próximo Verão.

Os moradores de Casais Lagartos exigem que o saneamento básico na localidade seja uma realidade e estão cansados das promessas feitas ao longo das duas últimas décadas por sucessivos executivos da Câmara do Cartaxo. Um grupo de moradores marcou presença na última assembleia municipal e deu voz à sua insatisfação por “em pleno século XXI” não terem rede de esgotos. Alberto Taveira vive em Casais Lagartos há cerca de sete anos e nunca pensou que iria passar por esta situação. “Tenho uma fossa que só falta fazer a ligação à rede de esgotos. Há sete anos que oiço que o problema vai ser resolvido em breve, mas até agora nada. Estamos todos cansados desta situação”, disse à reportagem de O MIRANTE que esteve em Casais Lagartos.
Júlio Amorim tem 73 anos e mora em Casais Lagartos desde que nasceu. Recorda-se de em 2003 terem sido colocadas as infraestruturas para que o saneamento básico fosse uma realidade. Espera que o assunto seja resolvido em breve porque está cansado de tantas promessas. “Quando chove muito a água da fossa pode transbordar e os dejectos vão para os ribeiros, mesmo que nós não queiramos. É inadmissível que ainda existam pessoas a viver nestas condições”, afirma.
Em Março de 2023 o presidente da Junta de Freguesia de Pontével, Jorge Pisca, denunciou que parte dos esgotos domésticos de Casais Lagartos escoa para a via pública num atentado à saúde pública. Com a construção da ETAR (Estação de Tratamento de Águas Residuais) de Valada estava previsto que os esgotos de Casais Lagartos, que tem mais de 800 habitantes, fossem encaminhados para esse equipamento, o que não aconteceu.
Há cerca de 16 anos a rede de saneamento básico para Casais Lagartos chegou a ser instalada pela Câmara do Cartaxo mas nunca chegou a ser ligada. A intenção era construir uma ETAR para a população de Casais Lagartos mas o tempo foi passando e depois o município entrou em diferendo com a Cartagua, o que impediu a ligação do saneamento de Casais Lagartos à ETAR de Valada, explicou na altura Jorge Pisca a O MIRANTE.

Saneamento básico será realidade até ao próximo Verão
O presidente da Câmara do Cartaxo, João Heitor (PSD), garantiu na última assembleia municipal que o executivo está a trabalhar para “até ao próximo Verão” conseguir fazer a ligação de esgotos em Casais Lagartos. “Temos obrigação de fazer e estamos a fazer. Recebemos na semana passada o projecto final para intervir na rede de saneamento que existe, mas que precisa de ser renovada por estar há 20 anos sem ser utilizada. É um objectivo muito forte da nossa parte resolver este problema”, afirmou o autarca acrescentando que até lá o município vai garantir a limpeza das fossas para que os moradores não tenham que pagar pelo serviço.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1660
    17-04-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1660
    17-04-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo