Sociedade | 24-03-2024 15:00

Onde anda a comissão de acompanhamento do Eco Parque do Relvão?

Onde anda a comissão de acompanhamento do Eco Parque do Relvão?
Desde a pandemia que a comissão de acompanhamento não reúne

Presidente da Câmara da Chamusca admitiu na última assembleia municipal que comissão de acompanhamento não reúne há vários anos, depois de ser questionado sobre os relatórios da qualidade do ar e da água no concelho.

A falta de actividade da Comissão de Acompanhamento do Eco Parque do Relvão, situado na Carregueira, tem sido tema frequente nas reuniões de Assembleia Municipal da Chamusca. Na última reunião de autarcas, a bancada da CDU questionou o executivo sobre se têm sido realizados relatórios sobre as análises da qualidade do ar e da água e das ocorrências naquela zona industrial dedicada à valorização e tratamento de resíduos, desde urbanos a industriais perigosos.
Paulo Queimado, presidente da câmara, admitiu que desde a pandemia que se deixaram de realizar reuniões da comissão de acompanhamento, embora tenha garantido que continuam a elaborar relatórios da qualidade do ar e da água. “Com a pandemia deixámos de fazer reuniões da comissão de acompanhamento. Estamos a programar fazer comissão com todos os relatórios”, disse, adiantando que na semana anterior tinha sido reportada a escorrência de lixiviados para terrenos, sendo que a empresa responsável assumiu a limpeza. “É urgente fazer a reunião da comissão de acompanhamento para que estejamos inteirados de todos os procedimentos e investimentos que estão programados para o Eco Parque do Relvão”, acrescentou.
No site da Câmara Municipal da Chamusca o último registo da actividade da comissão de acompanhamento data de Julho de 2018 onde, entre outros assuntos, se verifica a ocorrência de uma descarga de lamas proveniente de uma das empresas do Eco Parque devido ao armazenamento inapropriado. Recorde-se que recentemente, também o grupo Pereira Acção, de Constância, lamentou que não exista informação sobre a Comissão de Acompanhamento do Eco Parque do Relvão, ou algum dos representantes das diversas entidades constituintes, designadamente os municípios da Chamusca e Constância. “A acreditar na falta de notícias e de informação no local próprio da página do município da Chamusca, a comissão estará inactiva desde 2018 e sem apresentação das actas das reuniões desde 2017, mostrando nos últimos sete anos um desprezo total pelas questões ambientais, traduzindo-se mais em aterramento do que acompanhamento”, afirma o grupo.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1660
    17-04-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1660
    17-04-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo