Sociedade | 25-03-2024 21:00

PDM de Torres Novas anda há mais de um ano em fase de concertação

Vice-presidente da Câmara de Torres Novas fala em processo difícil com as entidades públicas a desmarcar reuniões de concertação. Luís Silva diz que a revisão está a avançar mas não à velocidade desejada.

A proposta de revisão do Plano Director Municipal (PDM) de Torres Novas encontra-se há mais de um ano em fase de concertação com as várias entidades públicas que têm de se pronunciar sobre aquele documento. Só depois desta fase concluída seguirá para consulta pública, em que os cidadãos podem consultar a proposta e apresentar sugestões. Na última Assembleia Municipal de Torres Novas o vice-presidente da autarquia, Luís Silva, disse que a proposta do PDM continua em concertação, fase que, vincou, não depende apenas do município mas de várias entidades, entre outras, a Agência Portuguesa do Ambiente, o Instituto de Conservação da Natureza e Florestas e a Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional.
“Marcamos reuniões e desmarcam-se... é uma fase complexa, demorada e difícil. Estamos a avançar mas não à velocidade desejada” porque, tratando-se de um “conjunto de entidades” com as quais o documento tem de ser concertado, “nem sempre é muito fácil”, disse o autarca socialista em resposta ao eleito do Bloco de Esquerda, Roberto Barata, que questionou em que fase se encontrava o processo. Luís Silva acrescentou que se estima que “antes do final do ano” esta fase da revisão fique concluída e entre em discussão pública.
Em declarações anteriores a O MIRANTE, o vice-presidente da câmara municipal referiu que “o processo do PDM é longo e delicado” e que a sua revisão tem demorado, em parte, “porque há muitos municípios a tratar da revisão em simultâneo”. O que acontece, disse, “é que as entidades não têm tempo de estar em todas as reuniões de concertação e são adiadas sucessivamente”. O documento, afirmou ainda, seria “aprovado facilmente se [a autarquia] aceitasse tudo o que essas entidades querem”, mas o município tem de “defender o território”, embora se saiba que, “no final, não se vai satisfazer toda a gente. Isso era um milagre”.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1660
    17-04-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1660
    17-04-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo