Sociedade | 26-03-2024 15:00

Grande adesão aos transportes gratuitos em Torres Novas está a deixar passageiros em terra

Grande adesão aos transportes gratuitos em Torres Novas está a deixar passageiros em terra
Sónia Onório foi à reunião do executivo de Torres Novas alertar para a falta de resposta dos TUT para os passageiros das Lapas, onde reside, desde que são gratuitos

Gratuitidade nos transportes públicos municipais, implementada há pouco mais de dois meses, trouxe um novo desafio à Câmara de Torres Novas devido ao aumento de utilizadores. Há quem fique apeado e esteja a reclamar. Presidente da autarquia diz que é urgente encontrar solução.

A 1 de Janeiro deste ano a rede de Transportes Urbanos Torrejanos (TUT) passou a ser gratuita com o objectivo não só de aliviar os orçamentos das famílias como de fomentar a utilização do transporte público rodoviário. E, neste âmbito, a medida não podia ter surtido melhor efeito já que, em algumas zonas do concelho, os autocarros ficam lotados deixando passageiros apeados. É o que tem acontecido frequentemente nas Lapas nos horários de maior afluência, alertou a munícipe Sónia Onório na última reunião pública do executivo da Câmara de Torres Novas.
“Hoje verificou-se, mais uma vez, que as pessoas das Lapas ficam a pé. O autocarro fica cheio no Bairro e quando chega às Lapas o motorista diz que só entram três ou quatro. Hoje ficaram mais de 10 pessoas a pé. Pessoas que vão para a escola, para o trabalho, ficou tudo a pé”, disse, explicando que tem ido com a filha às 07h30 para a paragem para apanhar o autocarro das 08h00 com receio de ficar sem transporte.
Ressalvando que a gratuitidade foi uma boa medida do município, Sónia Onório relatou que está a ser prejudicial para aqueles que realmente precisam daquele meio de transporte e já o utilizavam antes, uma vez que tem sido significativa a adesão de novos passageiros. “As pessoas que normalmente usavam o transporte ficam a pé”, vincou, pedindo que seja aumentada a oferta nos horários das 08h00 e 17h00, os que têm maior afluência de passageiros.
O presidente da Câmara de Torres Novas, Pedro Ferreira, em resposta à munícipe, mostrou-se satisfeito com o aumento na adesão à rede de transportes municipal desde que foi implementada a gratuitidade, mas reconheceu que agora há um problema para resolver. “Ainda bem que as pessoas estão a aderir, mesmo as que nunca aderiram. Temos que resolver [o problema] com urgência porque há pessoas a ficar prejudicadas no seu dia-a-dia”, disse.
O vereador Joaquim Cabral, que tem a responsabilidade dos TUT, confirmou que há mais reclamações e acrescentou que está a ser analisada uma alternativa para os alunos do 5º ao 12º ano que frequentam o ensino público passarem a ser transportados, gratuitamente, nos autocarros de empresas que servem o Médio Tejo e que muitas vezes passam com muitos lugares vazios em Torres Novas.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1660
    17-04-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1660
    17-04-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo