Sociedade | 27-03-2024 15:33

António Carvalho cessa funções como comandante dos Bombeiros da Póvoa de Santa Iria

António Carvalho cessa funções como comandante dos Bombeiros da Póvoa de Santa Iria

Ao fim de 30 anos no cargo, António Carvalho deixa o comando dos Voluntários da Póvoa de Santa Iria e passa ao quadro de honra. Liga dos Bombeiros Portugueses atribui-lhe o crachá de ouro pelos serviços relevantes para a dignificação da causa.

António Carvalho, comandante dos Bombeiros Voluntários da Póvoa de Santa Iria desde 1994, cessou funções por ter atingido o limite de idade previsto na lei. O bombeiro, que entrou para a corporação da cidade em 1988, passou assim ao quadro de honra da associação humanitária no dia em que esta celebrou o seu 81º aniversário.

“Esta longa caminhada só foi possível de percorrer, porque todos vós, e todos aqueles que integraram no passado o corpo de bombeiros, sempre estiveram disponíveis para fazer parte da solução e me proporcionaram as condições para vos poder comandar. Obrigado a todas e a todos vós”, referiu António Carvalho no dia que marcou o seu cessar de funções.

Na cerimónia de aniversário da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários da Póvoa de Santa Iria, António Carvalho foi ainda agraciado com o crachá de ouro, atribuído pela Liga dos Bombeiros Portugueses, instituição que em 2021 o condecorou com a Fénix de Honra. A distinção, entregue pelo presidente do conselho executivo da Liga, António Nunes, tem como finalidade galardoar a prática de serviços relevantes de inquestionável contributo para a dignificação da causa dos bombeiros. Também a Junta da União de Freguesias da Póvoa de Santa Iria e Forte da Casa prestou homenagem ao comandante agradecendo os seus bons serviços em prol da comunidade.

António Carvalho, coordenador da protecção Civil Municipal de Vila Franca de Xira e presidente da Federação dos Bombeiros do Distrito de Lisboa, entrou no mundo dos bombeiros por mero acaso depois de um percurso profissional na área dos seguros. Na mais recente entrevista que deu a O MIRANTE, ainda na qualidade de comandante dos Bombeiros da Póvoa de Santa Iria, alertou para a urgência em se encontrar um maior número de profissionais para trabalhar nas corporações de bombeiros, acreditando que só depois disso acontecer é que se conseguirá promover um maior nível de voluntariado na comunidade. “O voluntariado não tem hoje a disponibilidade de antigamente e para garantir a primeira resposta precisamos de mais profissionais e que sejam pagos”, defendeu, sublinhando a importância de haver incentivos municipais para quem faz voluntariado.


Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1659
    10-04-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1659
    10-04-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo