Sociedade | 27-03-2024 07:00

Areeiro ao abandono na Golegã preocupa autarcas

Um antigo areeiro junto ao Tejo, na Golegã, contém vários tipos de resíduos, segundo relato do deputado da CDU da Golegã, Carlos Crispim. Município diz que realiza limpezas pontuais.

Carlos Crispim, da CDU da Golegã, aproveitou a última assembleia municipal para dar conta de que, num dos seus passeios junto ao Tejo, se deparou com um areeiro abandonado em São Caetano, com resíduos, bidões cheios de óleo e óleo derramado, alertou. O vice-presidente da câmara municipal, Diogo Rosa, reconheceu que o espaço tem sido indevidamente utilizado para despejo de resíduos e adiantou que embora não seja propriedade do município têm vindo a ser realizadas limpezas pontuais.

Diogo Rosa explicou que a deposição indevida de resíduos também acontece à porta do centro de transferências, que tem câmaras de vigilância, tornando-se difícil resolver a situação. “As pessoas quando têm algo para deitar fora e não sabem o que fazer vão lá deixar”, disse, revelando que a última vez que detectaram movimento foi de uma empresa de electrodomésticos de Torres Novas.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1660
    17-04-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1660
    17-04-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo