Sociedade | 31-03-2024 15:00

Pilaretes polémicos em Alhandra vão ser removidos por serem perigosos

Pilaretes polémicos em Alhandra vão ser removidos por serem perigosos
Com os novos pilaretes a circulação fica bloqueada e os veículos de emergência não têm para onde ir

A Infraestruturas de Portugal colocou pilaretes no eixo da via na EN10, em Alhandra, à revelia do município de Vila Franca de Xira. A contestação foi muita e agora a empresa pública vai emendar a mão.

O destino dos polémicos pilaretes colocados pela Infraestruturas de Portugal (IP) na Estrada Nacional 10 em Alhandra, concelho de Vila Franca de Xira, têm o destino traçado e vão ser arrancados em breve. A garantia foi dada pelo presidente do município, Fernando Paulo Ferreira, que diz já ter pedido directamente à IP numa reunião com os responsáveis para que os objectos sejam removidos. “Já houve reunião técnica para preparar a retirada daqueles pilaretes. A intenção da câmara é que a IP faça ali uma intervenção com pensamento para reduzir a necessidade da existência de semáforos, não aquilo”, explicou o autarca na última reunião de câmara.
Voltando a classificar a intervenção da IP de “inusitada” e sem aviso, o autarca voltou a manifestar o seu total repúdio pela intervenção em que a câmara não foi tida nem achada. “O que queremos é o alargamento da faixa de viragem para a esquerda, que é a única forma de descongestionar a faixa de quem segue para VFX. Já reuni com a vice-presidente da IP para lhe transmitir isto e os serviços técnicos da câmara estão reunidos com os técnicos da IP para mostrar os constrangimentos que a obra tem causado”, explica o autarca.
O município pediu um parecer à Protecção Civil Municipal para dar ainda mais força à reivindicação, considerando-se que a solução actual impede a passagem de viaturas de socorro e emergência e induz uma falsa sensação de segurança a quem atravessa ali a estrada de forma irregular. “As pessoas atravessavam menos e agora com aquelas balizas ali colocadas criou-se um foco de atravessamento desregulado naquela zona altamente perigosa da EN10”, avisa Fernando Paulo Ferreira. O assunto já vinha sendo alvo de críticas em reunião de câmara. Novamente Nuno Libório, da CDU, condenou a intervenção, dizendo ter “sérias dúvidas e bastantes reservas” em admitir que a câmara municipal não tivesse conhecimento prévio daquela situação. O autarca comunista criticou a “procissão pegada” que agora se gerou na EN10 com aqueles pilaretes. “Temos ali um problema grave de segurança rodoviária que não foi resolvido e a responsabilidade também é da câmara”, criticou. A IP, questionada sobre o assunto por O MIRANTE, optou por não responder.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1659
    10-04-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1659
    10-04-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo