Sociedade | 12-04-2024 12:00

Regresso da urgência médico-cirúrgica ao Hospital de Tomar não está na agenda

Vereador do PSD questionou a possibilidade do regresso da urgência médico-cirúrgica ao Hospital de Tomar, a reboque do recente investimento na urgência de Abrantes. Presidente da Câmara de Tomar diz que os investimentos realizados em qualquer hospital do Médio Tejo servem para todos os utentes dessa área.

A empreitada de requalificação e ampliação da urgência médico-cirúrgica no Hospital de Abrantes, num investimento de 3,6 milhões de euros, deu que pensar ao vereador do PSD, Tiago Carrão, sobre as “aspirações legítimas dos tomarenses em terem de regresso as urgências médico-cirúrgicas no Hospital de Tomar”, disse em reunião do executivo da Câmara de Tomar. O presidente do município, Hugo Cristóvão (PS), não deixou grandes esperanças esclarecendo que todos os investimentos que se realizem numa das unidades hospitalares da Unidade Local de Saúde (ULS) Médio Tejo servem todos os utentes dessa área.
O investimento na urgência da unidade de Abrantes, que estava em “mau estado”, é muito bem-vindo, acrescentou Hugo Cristóvão, referindo que também vão existir investimentos nas unidades hospitalares de Tomar e Torres Novas. O autarca realçou ainda que o importante é continuar a lutar para que os utentes do Médio Tejo sejam bem servidos e tenham as melhores condições quando recorrem aos serviços. “Quem sabe agora o novo Governo possa alterar aquilo que tem vindo a ser feito”, afirmou.
Recorde-se que o presidente do Conselho de Administração da ULS Médio Tejo, Casimiro Ramos, aproveitou o momento da assinatura da empreitada em Abrantes para mencionar as maiores obras previstas para as três unidades hospitalares, nomeadamente a pintura do Hospital de Tomar ainda este ano e do Hospital de Torres Novas no próximo, com valores na ordem dos 800 mil a 900 mil euros. Em Torres Novas está ainda prevista a modernização do bloco operatório enquanto em Tomar deve avançar este ano o laboratório de nível 3 de patologia clínica. Além da empreitada no serviço de urgências, o bloco operatório de Abrantes também vai ser remodelado num investimento de cerca de 400 mil euros.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1665
    22-05-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1665
    22-05-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo