Sociedade | 13-04-2024 18:00

Exército investe 4,3 milhões no Campo Militar de Santa Margarida

Exército investe 4,3 milhões no Campo Militar de Santa Margarida
O Campo Militar de Santa Margarida, no concelho de Constância, constitui uma excelente área para o treino militar operacional

Vai ser criado um Centro de Capacitação Táctica, Simulação e Certificação em Santa Margarida, no âmbito da estratégia de modernização das Forças Armadas.

O Exército vai investir 4,3 milhões de euros (ME) na construção de um Centro de Capacitação Tática, Simulação e Certificação (CCTSC) no Campo Militar de Santa Margarida, em Constância, no âmbito da estratégia de modernização. “Temos previsto, no âmbito do programa e da estratégia de inovação no Exército (…) e, relativamente aqui a Santa Margarida, edificar o seu Centro de Capacitação Tática e de Simulação, um projecto de fundo que pretendemos ver implementado com financiamento da Lei de Programação Militar (LPM) num valor de cerca de 4 ME”, disse à Lusa o chefe de Estado-Maior do Exército (CENE), à margem do Dia da Brigada, que foi ali assinalado a 10 de Abril.

Segundo o general Mendes Ferrão, o CCTSC constitui-se num “catalisador” da “modernização e transformação da Força Terrestre, contribuindo para a introdução de meios e tecnologias no Exército”, e para o “desenvolvimento das suas capacidades e para a preparação, aprontamento e certificação” a partir de Santa Margarida.

“Pretendemos com isso não só adquirir uma capacidade de simulação que nos confere mais realismo ao treino, mas também mais economia e segurança, com ganhos de eficiência, na gestão dos recursos, e na eficácia, na qualidade das tropas que queremos ter preparadas”, vincou o CEME. Por outro lado, notou o general Mendes Ferrão, o objectivo é que o futuro Centro de Capacitação Tática, Simulação e Certificação “sirva não só as forças do Exército português mas sirva também como mecanismo de atracção para treinar forças de outros países”.

Com uma área de 67 quilómetros quadrados (km2), o Campo Militar de Santa Margarida “constitui uma excelente área para o treino operacional, dos baixos aos mais elevados escalões, para a execução de exercícios nacionais e internacionais de grande envergadura, assim como para a possibilidade de treinar, de modo simulado ou real, permitindo, inclusivamente, a realização de fogos reais com uma ampla tipologia de sistemas de armas”, destacou o CEME na sua intervenção, no âmbito do Dia da Brigada Mecanizada.

Tendo feito notar que a Brigada Mecanizada constitui-se como um “instrumento essencial no sistema de forças nacional”, e que “é a grande unidade que materializa as forças pesadas do Exército Português (…) essenciais para a condução de operações de alta intensidade”, Mendes Ferrão aludiu aos acontecimentos no Leste da Europa e à “inerente necessidade de adequação” para afirmar que “a preparação dos Exércitos requer ambição, mas também capacidade para antevisão” de cenários.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1665
    22-05-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1665
    22-05-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo