Sociedade | 17-04-2024 13:12

Trabalhadores da Cimpor de Alhandra cumprem segundo dia de greve

Trabalhadores da Cimpor de Alhandra cumprem segundo dia de greve
Foto Feviccom

Sindicato garante que a adesão tem sido elevada e que tem havido paralisações da produção e expedições.

Os trabalhadores da Cimpor, que tem uma fábrica em Alhandra, no concelho de Vila Franca de Xira, cumprem esta quarta-feira, 17 de Abril, o segundo de três dias de greve, exigindo uma revisão do acordo da empresa e aumentos salariais de pelo menos 200 euros. A Federação dos Sindicatos da Construção, Cerâmica e Vidro (Feviccom), que emitiu o pré-aviso de greve, confirma que a adesão tem sido elevada e que com isso houve paralisações na produção e expedição de produto.
O protesto acontece pouco mais de três meses depois da Cimpor ter passado de mãos turcas para o domínio da chinesa Taiwan Cement Corporation. “Uma empresa com lucros em alta não pode ter salários em baixa. Basta de discursos que elogiam os trabalhadores e desvalorizam os seus direitos e salários”, critica a Feviccom em comunicado enviado a O MIRANTE. A empresa propôs aumentos salariais de 4,1% mas os trabalhadores não concordam. “Esta proposta não repõe nem melhora o poder de compra, desrespeita os saberes e competências dos trabalhadores, não tem em conta os ganhos de produtividade e não assegura uma justa distribuição da riqueza que produzimos”, refere a federação de sindicatos, que se queixa de continuar sem uma resposta por parte da Cimpor.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1664
    15-05-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1664
    15-05-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo